• pt
apolitecnica
Escola Superior de Estudos Universitários de Nampula celebra 10 anos de existência
17/11/2017
standard bank
Festival Standard Bank Acácia Jazz: Depositantes nas ATM’s habilitam-se a ganhar bilhetes
18/11/2017

80 autocarros doados pela China: “Necessárias medidas rigorosas de manutenção e reparação” – Carlos Mesquita

Partes dos 80 autocarros min

No âmbito das medidas do Governo visando a melhoria do transporte público urbano de passageiros, o Ministério dos Transportes e Comunicações recebeu, na quinta-feira, 16 de Novembro, um lote de 80 autocarros doados pela República Popular da China e que deverão servir, a partir dos próximos dias, as cidades com maiores necessidades deste serviço.

A chegada destas unidades ao País acontece numa altura em que está em curso um conjunto de reformas, tendentes a melhorar o transporte público urbano de passageiros, nomeadamente o processo de aquisição de 300 autocarros, que já está na fase final, a concessão de rotas e a reestruturação das empresas municipais do sector.

Inclui-se neste processo de reformas a recente criação, pelo Governo, da Agência Metropolitana de Maputo, para promover um sistema de transportes assente num planeamento integrado e coordenado nos municípios de Maputo, Matola e Boane e no distrito de Marracuene.
Na ocasião, Carlos Mesquita, ministro dos Transportes e Comunicações, referiu que “a chegada dos 80 autocarros vai contribuir para a mitigação da problemática do transporte público urbano de passageiros que aflinge os nossos cidadãos”.

Entretanto, Carlos Mesquita mostrou-se preocupado com a questão da durabilidade dos autocarros, tendo, por isso, defendido a necessidade de o reforço da frota ser acompanhado por medidas rigorosas de manutenção e reparação dos meios para permitir que estes durem o tempo de vida concebido pelo fabricante.

Neste sentido, e com vista ao alcance deste desiderato, segundo o ministro, “estamos a terminar um pacote de reorganização da gestão oficinal, que consistirá na fusão dos serviços de manutenção das empresas municipais de transporte de Maputo e Matola, integrando a exploração e rentabilização da Oficina de Reparação e Manutenção de Autocarros da Matola”.

Por seu turno, o embaixador da China em Moçambique, Su Jian, referiu que a doação destes meios visa responder à cada vez crescente procura pelo transporte público nas cidades de Maputo, Matola e áreas adjacentes, impulsionada pelo desenvolvimento urbano.

“Nas relações de cooperação cino-moçambicanas, colocamos como prioridade a resposta às necessidades mais urgentes da população moçambicana, como é o caso do transporte urbano de passageiros. É nesse âmbito que fizemos esta doação, que é a segunda do género”, explicou Su Jian.

“Pretendemos ajudar o Governo moçambicano a melhorar os serviços de transporte, através de meios eficientes, confortáveis e que, acima de tudo, ofereçam segurança aos cidadãos”, acrescentou o diplomata.

Importa realçar que, para além da doação dos autocarros, a República Popular da China vai oferecer peças e acessórios, bem como formar os motoristas e técnicos moçambicanos que vão garantir, respectivamente, a operação e manutenção sustentáveis dos meios.

 

Partes dos 80 autocarros min

Partes dos 80 autocarros

 

 

 

Acto que marca a recepção dos autocarros min

Acto que marca a recepção dos autocarros

 

Carlos Mesquita a bordo de um dos autocarros. min

Carlos Mesquita a bordo de um dos autocarros

 

Assinatura do termo de entrega min

Assinatura do termo de entrega

 

Su Jian embaixador da República da China min

Su Jian embaixador da República da China

 

Carlos Mesquita ministro dos Transportes e Comunicações min

Carlos Mesquita ministro dos Transportes e Comunicações

 

 

Participantes na cerimónia do acto de entrega. min

Participantes na cerimónia do acto de entrega