• pt
Assinatura de MdE entre a Nokia e o INEP
Nokia oferece programas de estágios profissionais a jovens moçambicanos
05/09/2017
apolitecnica
A 13 de Setembro: Universidade Politécnica vai graduar 272 estudantes
07/09/2017

9 de Novembro: Segunda edição da cimeira da Financial Times vai debater a redução do risco nos investimentos

standard bank

A segunda cimeira da Financial Times em Moçambique, que vai juntar líderes políticos e do sector empresarial do País e do mundo, vai ter lugar na cidade de Maputo, no dia 9 de Novembro, cuja cerimónia de abertura será presidida pelo Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi.
O evento, que terá, pelo segundo ano consecutivo, o Standard Bank como principal parceiro, vai decorrer sob o lema “Reduzindo o risco nos investimentos, através de boas práticas de negócios” e tem como objectivo principal debater como aproveitar os recursos do País para transformar e diversificar a economia.

Nesta conferência, serão ainda discutidas várias questões como, por exemplo, onde estão as principais oportunidades nos sectores de energia, mineração, banca, tecnologia e turismo, para os investidores e empresas internacionais estabelecidas em Moçambique.

Dissertações sobre vários temas serão feitas no encontro por especialistas, economistas, CEOs e dirigentes políticos, com destaque para o ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, a ministra dos Recursos Minerais e Energia, Letícia Klemens, o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Balói, o governador do Banco de Moçambique, Rogério Zandamela, a administradora executiva do Grupo Standard Bank em África, Sola David-Bora e Chuma Nwokocha, administrador delegado do Standard Bank em Moçambique.

David Pilling, editor da publicação Financial Times em África e Andrew England, editor de conteúdos do Médio Oriente e África, serão os moderadores dos diversos temas a serem abordados na cimeira.

Importa realçar que o forte envolvimento do Standard Bank na realização desta cimeira, que acontece pela segunda vez em Moçambique, reside na visão desta instituição financeira centenária no País de se posicionar como parceira do Governo na atracção e implantação de investimentos para Moçambique.

Presente no País há mais de 120 anos, o Standard Bank continua comprometido com o crescimento da economia nacional, quer através de financiamentos como de aconselhamento, a particulares e aos principais projectos públicos e privados de desenvolvimento socioeconómico, com destaque para os de infra-estruturas, recursos naturais, petróleo, gás e energia.

 

standard bank