• pt
Hee Yoon Kang - Embaixador da Coreia em Moçambique
Face à acentuada desvalorização do Metical: CTA alerta para risco do aumento dos preços dos produtos de primeira necessidade
02/07/2015
Mesa que presidiu a Conferência da CTO
Empresas de telecomunicações devem apostar no aprimoramento e massificação do uso das TIC’
06/07/2015

Acidentes de viação provocam por ano morte de cerca de 1.700 crianças e danos materiais estimados em 90 milhões USD

Crianças da Escola Primária Completa Unidade 2 - no lançamento do Projecto Grito da Criança 1

Foi lançada esta sexta-feira, 3 de Julho, na cidade de Maputo, a réplica do programa “Grito da Criança”, uma iniciativa da Associação Moçambicana para as Vítimas da Insegurança Rodoviária (AMVIRO), que visa combater os acidentes de viação na via pública e promover a segurança dos cidadãos, em particular das crianças.
Sob o lema “Papás, Não Nos Atropelem. Queremos Crescer Saudáveis e em Paz”, a cerimónia de lançamento teve lugar na Escola Primária Completa Unidade 2, localizada ao longo da avenida de Moçambique, onde até finais do mês de Abril já tinham sido vítimas de atropelamentos cinco alunos, dos quais dois perderam a vida.
Com este projecto, que tem como público-alvo alunos do ensino primário, a AMVIRO pretende, segundo explicou a sua representante, Ruth Chinhanda, “dar o seu contributo na luta contra os acidentes nas escolas, potenciando as acções de sensibilização aos próprios alunos, professores e encarregados de educação”.
Numa primeira fase, espera-se que sejam abrangidas 125 mil crianças dos 6 aos 15 anos de idade, em mais de 20 escolas primárias em todo o País.
Esta iniciativa conta com o alto patrocínio da mcel-Moçambique Celular, no âmbito da sua responsabilidade social corporativa, que para além da sua intervenção nos sectores da educação, saúde e desporto, preocupa-se também com acções de sensibilização e consciencialização dos cidadãos sobre segurança pública no país.
Segundo Felícia Nhama, representante da mcel, “associamo-nos a este movimento, para apoiar no processo de sensibilização e consciencialização de todos os cidadãos, sobre a importância da segurança na via pública, bem como apelar à comunidade para hábitos de condução mais segura”.
Para o director dos Transportes e Comunicações da Cidade de Maputo, Levy Marrengula, o número de acidentes que ocorrem nas estradas nacionais, em particular na capital do País, é preocupante.
“Lutar contra os acidentes rodoviários é uma das prioridades do Governo pois vitimam, na sua maioria, crianças em idade escolar, e provocam danos humanos e materiais incalculáveis”, disse Levy Marrengula.
De acordo com o director dos Transportes e Comunicações da Cidade de Maputo, só na capital do País os acidentes de viação resultam, anualmente, na morte de cerca de 1.700 crianças e danos materiais estimados em 90 milhões de dólares norte-americanos.
Importa realçar que os dados oficiais da PRM indicam que, no primeiro trimestre de 2015, foram registados, em todo o País, 624 acidentes de viação, que resultaram em 329 mortes, 479 feridos graves e 604 ligeiros, para além de avultados danos materiais.

 

 

Crianças da Escola Primária Completa Unidade 2 - no lançamento do Projecto Grito da Criança 1

Crianças da Escola Primária Completa Unidade 2 – no lançamento do Projecto Grito da Criança

 

 

Crianças da Escola Primária Completa Unidade 2 - no lançamento do Projecto Grito da Criança 2

Crianças da Escola Primária Completa Unidade 2 – no lançamento do Projecto Grito da Criança

 

Momento cultural durante o lançamento do projecto Grito da Criança

Momento cultural durante o lançamento do projecto Grito da Criança

 

Foto em família

Foto em família

 

Levy Marrengula - director de Transportes e Comunicações da Cidade de Maputo

Levy Marrengula – director de Transportes e Comunicações da Cidade de Maputo

 

Ruth Chinhanda -  representante da AMVIRO

Ruth Chinhanda –  representante da AMVIRO

 

Felícia Nhama - representante da mcel

Felícia Nhama – representante da mcel