• pt
Painel principal da Mesa Redonda sob tema como Restaurar o Optimismo e a Esperança na Sociedade Moçambicana
Uma das recomendações da mesa redonda da Universidade Politécnica: ‘Aproveitar a crise, para se fazer reformas mais profundas’
07/07/2016
standard bank
Atribuído pela Global Finance: Standard Bank Moçambique arrecada mais um prémio internacional
11/07/2016

Adriano Maleiane aos empresários privados: ‘O problema não é de exactamente fazer cortes. É de saber o que é que devemos fazer depois de cortar’

Painel que presidiu o Conselho Empresarial Nacional sob tema Avaliar o Ambiente de Negócios na Conjuntura Actual e Perspectivas

Sob o lema “Avaliação do Ambiente de Negócios na Conjuntura Actual e Perspectivas”, a Confederação das Associações Económicas de Moçambique – CTA realizou, na quinta-feira, 7 de Julho, na cidade de Maputo, a primeira reunião do Conselho Empresarial Nacional – CEN.
Trata-se de um encontro que teve por objectivo analisar o ambiente de negócios no País, com foco na situação do mercado financeiro e crédito, na depreciação do Metical face ao Dólar norte-americano, bem como na falta de liquidez em moeda estrangeira e seu impacto nas empresas.

A reunião do CEN juntou, na mesma sala, membros do Conselho Directivo da CTA, empresários, o ministro da Economia e Finanças, entre outros actores indispensáveis no diálogo público-privado.

No seu discurso de abertura da reunião, o presidente da CTA, Rogério Manuel, explicou que “o CEN constitui um órgão de consulta, que tem por missão assessorar o Conselho Directivo da CTA na tomada de decisões sobre várias matérias económicas, com impacto nos negócios e no quadro das reformas em curso em Moçambique”.

“O CEN preconiza a realização de sessões trimestrais dedicadas aos temas e assuntos de importância primordial para o desenvolvimento económico e empresarial do nosso País”, garantiu.

Rogério Manuel revelou ainda que o CEN visa, igualmente, preparação da 14ª Conferência Anual do Sector Privado – CASP, o evento mais alto no processo consultivo entre o Governo e o Sector Privado, a ser presidido pelo Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi.
“Para cada uma das questões focalizadas, espera-se que este CEN apresente propostas de medidas a tomar para inverter a situação actual, as quais, após aprofundamento, serão apresentadas na CASP a ter lugar no dia 28 do mês em curso, sob o tema “Desafios da Produção Interna na Conjuntura Económica Actual e Perspectivas”, indicou.

Intervindo também na reunião, o ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, lembrou aos presentes que, no programa do Governo, a terceira prioridade é sobre emprego, produção e produtividade.

Esta prioridade, segundo afirmou, “é exclusivamente dedicada ao sector privado, visto pelo Governo como um parceiro estratégico. Sem o sector privado, não será possível implementar este programa”.

“É por isso que estes encontros são sempre úteis para a troca de ideias e sugestões, bem como as formas de como podemos melhor implementar este programa”, referiu Adriano Maleiane.

Porque o Governo está neste momento a preparar o Orçamento Rectificativo, o ministro da Economia e Finanças afirmou ser sempre importante colher a opinião do sector privado: “O problema não é de exactamente fazer cortes. É de saber o que é que devemos fazer depois de cortar. É por isso que tenho razões de sobra para estar nesta reunião do CEN”, concluiu o governante.

 

Painel que presidiu o Conselho Empresarial Nacional sob tema Avaliar o Ambiente de Negócios na Conjuntura Actual e Perspectivas

Painel que presidiu o Conselho Empresarial Nacional sob tema Avaliar o Ambiente de Negócios na Conjuntura Actual e Perspectivas

 

Adriano Maleiane Ministro da Economia e Finanças

Adriano Maleiane Ministro da Economia e Finanças

 

Rogério Manuel Presidente da CTA

Rogério Manuel Presidente da CTA

 

Participantes no Conselho Empresarial Nacional sob tema Avaliar o Ambiente de Negócios na Conjuntura Actual e Perspectivas

Participantes no Conselho Empresarial Nacional sob tema Avaliar o Ambiente de Negócios na Conjuntura Actual e Perspectivas