• pt
Oferta das cesta básicas a uma das beneficiárias do distrito de Magude
Oferta de cestas básicas: CTA alivia sofrimento das populações na Manhiça e Magude
20/04/2016
Pedro Inglês Secretário Permanente do Ministério dos Transportes e Comunicações
Volume de operações nos últimos 12 anos: Porto de Maputo cresceu 286 por cento
21/04/2016

Ao tomar decisões inerentes às suas responsabilidades‎: Dirigentes de empresas aprendem a proteger-se

Ruben Chivale orador

O Instituto de Directores de Moçambique (IoDmz) defende a necessidade de os administradores e gestores de empresas conhecerem os instrumentos que os proteja na tomada de decisões inerentes às suas responsabilidades.
Esta necessidade deriva do facto de os gestores, directores e administradores estarem sujeitos a cometer erros ou omissões involuntários e intencionais, no processo de tomada de decisões devido à complexidade das suas funções na organização.
De acordo com David Jorge Seie, director executivo do Instituto de Directores de Moçambique, que falava quarta-feira, 20 de Abril, durante o encontro, “urge abrir o horizonte dos gestores sobre esta matéria pois estão sujeitos a cometer erros e omissões, independentemente de conhecerem os procedimentos e políticas da empresa que dirigem, incluindo os princípios básicos da ética, nomeadamente a integridade, respeito e responsabilidade”.
O encontro, com o tema “Senhores Administradores, estão protegidos em relação às decisões que tomam no exercício das suas funções?”, tinha como objectivo orientar e dotar os administradores, directores e gestores seniores de conhecimentos e habilidades suficientes para minimizar ou transferir o risco relacionado com as decisões que tomam sobre o negócio da organização.
Durante o seminário, que teve como orador Rúben Chivale, administrador delegado executivo da Índico Seguros, foram abordadas questões relativas à responsabilidade civil dos administradores, directores e gestores no que diz respeito ao impacto das decisões que tomam, entre outras questões.
Para Rúben Chivale, os administradores devem despertar para a seriedade da sua responsabilidade no dia-a-dia, “principalmente no actual contexto macroeconómico do País, que obriga a que o gestor seja ousado, criativo, corajoso, diligente e, acima de tudo, cuidadoso”.
Participaram no encontro membros do IoDmz, presidentes do conselhos de administração, administradores delegados, directores gerais, administradores executivos e não executivos, directores e gestores de entidades públicas e privadas, académicos e juristas.

 

 

 

Ruben Chivale orador

Ruben Chivale orador

Ruben Chivale, orador.

 

David Seie Director Executivo do Instituto de Directores de Moçambique

David Seie Director Executivo do Instituto de Directores de Moçambique

 

 

Participantes no encontro do Instituto de Directores de Moçambique

Participantes no encontro do Instituto de Directores de Moçambique