• pt
Mesa que presidiu a Conferência de Imprensa para apresentação do IIº Seminário Nacional dos Conselhos Empresariais Provinciais
Beira acolhe IIº Seminário Nacional dos Conselhos Empresariais Provinciais da CTA
23/04/2015
Mesa que dirigiu a sessão de abertura do II Seminário Nacional dos CEPs 1024x663
Seminário Nacional define Plano Director da CTA
26/04/2015

Assembleia geral, jantar e caminhada: Ordem assinala Dia Nacional do Engenheiro

Celebra-se, no próximo dia 3 de Maio, o Dia Nacional do Engenheiro. Por ocasião da data, a Ordem dos Engenheiros de Moçambique (OrdEM) organiza, de 4 a 9 de Maio, várias actividades comemorativas e de reflexão com a participação de engenheiros em exercício em Moçambique, membros do Governo e público em geral.

Das actividades programadas para a Semana do Engenheiro, inclui-se uma Assembleia Geral, a ter lugar no dia 5 de Maio, no IndyVillage, e que vai passar em revista as actividades da OrdEM desde a sua criação de 2004 e perspectivar as acções para os próximos anos, incluindo a marcação das eleições para os Órgãos Sociais para o quinquénio 2016-2021.

 

No dia 6 de Maio, está programada uma palestra, no Indy Village, aberta ao público com o tema “Infra-estruturas e Planeamento do Território na Mitigação de Cheias”, cujo objectivo é analisar a ocorrência das cheias que, ciclicamente, afectam o País e propor ao Governo e demais actores soluções para minimizar o seu impacto.

No dia 7 de Maio, está programada, no Indy Village um Jantar de Gala para os Engenheiros, cujas inscrições devem ser feitas na Sede da OrdEM.
As comemorações do Dia Nacional do Engenheiro incluem igualmente um programa desportivo reservado a engenheiros, no dia 9 de Maio, que consistirá numa caminhada com início as 8:00 horas, com o trajecto Sede da OrdEM (Praça dos Trabalhadores) / Clube Naval/ Sede da OrdEM.

A OrdEM foi criada pela Lei 16/2002 para, entre outros propósitos, registar e acreditar engenheiros que desejem exercer a profissão em Moçambique e liderar o progresso da engenharia, pondo-a ao serviço do desenvolvimento do País. Presentemente, estão inscritos na OrdEM cerca de 1900 engenheiros, subdivididos pelos colégios de Agronomia, Civil, Electrotecnia, Mecânica e Química.