• pt
Nomeados novos directores executivos para a nova empresa TDM/mcel
31/01/2018
Ministério do Trabalho Emprego e Segurança Social
Projectado 1.7 milhão de empregos em cinco anos
01/02/2018

Até ao fim do primeiro semestre: Governo vai alocar 270 novos autocarros para melhorar a capacidade de transporte público de passageiros

Assinatura do acordo sobre ocupação dos espaços dos autocarros entre o FTC e o Moza Banco

O Governo, através do Ministério dos Transportes e Comunicações (MTC), vai alocar, até ao fim do primeiro semestre deste ano, 270 novos autocarros para melhorar a capacidade de transporte público de passageiros em todas as capitais provinciais e algumas cidades do País.
Este plano faz parte das acções constantes do Plano Quinquenal do Governo 2015-2019, visando o aumento da provisão de serviços de transporte, com principal enfoque para as grandes cidades.

 

Para o efeito, decorre o processo de aquisição, por parte do Governo, de 380 autocarros, tendo já sido disponibilizados, até ao momento, um total de 110 unidades, o que permitiu aumentar a capacidade de transporte público urbano em cerca de 120 mil passageiros por dia.

 

Igualmente, foi reforçada a capacidade nas cidades da Beira, Dondo, Xai-Xai, Mossuril e na Área Metropolitana de Maputo (que inclui as cidades de Maputo e Matola e os distritos de Boane e Marracuene), tendo sido abrangidas rotas consideradas importantes no escoamento do tráfego nestes municípios.

 

“É nosso objectivo alocar mais autocarros e distribuí-los, de acordo com as necessidades de cada um dos municípios do nosso País, visando a facilitação da mobilidade de pessoas e bens, de forma sustentável, segura e digna”, disse Carlos Mesquita, ministro dos Transportes e Comunicações, que falava na quarta-feira, 31 de Janeiro, na cerimónia de entrega de 38 autocarros com capacidade para 90 passageiros a três associações de operadores privados da Área Metropolitana de Maputo.

 

Na ocasião, Carlos Mesquita referiu-se à necessidade da revisão da tarifa em vigor, para garantir a sustentabilidade e continuidade do investimento na melhoria, modernização da frota dos autocarros, alargamento do número de rotas e na qualidade e capacidade do serviço de transporte.

 

Contudo, defendeu Carlos Mesquita, “a revisão da tarifa deve considerar todos os factores relevantes, sobretudo a acessibilidade do serviço de transporte público para a população de baixa renda. O Governo fará de tudo para que isso aconteça, porque está ciente de que o transporte urbano desempenha um papel fundamental para o desenvolvimento económico, social e humano”.

 

À margem desta cerimónia, foi assinado um memorando de entendimento entre o Fundo de Desenvolvimento dos Transportes e Comunicações (FTC) e o Moza Banco, visando a promoção da imagem desta instituição bancária nos autocarros ora entregues.

 

Este memorando, de acordo com o presidente do Conselho de Administração do Moza Banco, João Figueiredo, “vai ajudar o FTC a reforçar a capacidade e impulsionar o desenvolvimento e sustentabilidade do sector dos transportes e, por via disso, melhorar a vida dos utentes”.

 

Assinatura do acordo sobre ocupação dos espaços dos autocarros entre o FTC e o Moza Banco

Assinatura do acordo sobre ocupação dos espaços dos autocarros entre o FTC e o Moza Banco

 

Parte de autocarros entregues ao sector privado da área metropolitana de Maputo

Parte de autocarros entregues ao sector privado da área metropolitana de Maputo

 

Carlos Mesquita Ministro dos Transportes e Comunicações

Carlos Mesquita Ministro dos Transportes e Comunicações

 

Interior dos autocarros

Interior dos autocarros

 

 

Foto de família

Foto de família