• pt
Mesa que presidiu a Assembleia Geral da CTA
Nas capitais provinciais: CTA vai estabelecer “Casa do Empresário”
26/11/2015
Descarregamento de uma das carruagens no Porto de Maputo
Para regiões Sul e Centro do País: Aquisição de nova frota de carruagens reforça transporte ferroviário de passageiros
28/11/2015

CADE: Melhores estudantes ganham bolsas de estudo para o ensino superior

Entrega do cheque ao melhor professor do País

‎Onze estudantes, provenientes de todas as províncias do País, incluindo a cidade de Maputo, ganharam bolsas de estudo para o Ensino Superior, em virtude de terem sido os melhores do ano lectivo de 2015.
Os laureados e os respectivos prémios foram anunciados, esta quinta-feira, 26 de Novembro, em Maputo, no decurso da 9ª Gala Nacional de Educação, promovida pela CADE-Comunidade Académica para o Desenvolvimento da Educação, em parceria com o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano.
Por outro lado, foram igualmente premiados 11 melhores professores do País, dos quais Joaquim Wache, professor da cidade de Maputo, foi considerado como o melhor dos melhores. Para além de uma viagem à Turquia, Wache vai receber 200 mil Meticais.
Na mesma ocasião, a CADE distinguiu o Standard Bank, a Embaixada da Turquia, a mcel-Moçambique Celular, entre outras instituições que mais se destacaram no desenvolvimento da educação em Moçambique, ao longo de 2015.
Intervindo na cerimónia, Hélia Campos, directora de Recursos Humanos do Standard Bank, referiu que o banco tem vindo a trabalhar com a CADE há sete anos e, a cada ano que passa, se sente mais comprometido em continuar a contribuir para alavancar o sector da Educação, embora represente um enorme desafio, dada às suas vicissitudes.
“No contexto dessa parceria, o Standard Bank já proporcionou estágios profissionais a vários jovens que se destacaram como melhores estudantes no País”, frisou Hélia Campos.
Por sua vez, o ministro da Educação e Desenvolvimento Humano, Jorge Ferrão, disse que, “no ano de 2015, tivemos várias realizações e reflectimos sobre a qualidade do nosso ensino e ainda sobre o que precisamos fazer nos próximos anos. Em 2016, seguramente, precisaremos de trabalhar arduamente para reestruturar o que não está bem e criarmos um desempenho melhor do que o que temos agora”.
Nesta Gala Nacional de Educação, segundo acrescentou, “pretendemos prestar mérito e homenagear aos professores e alunos que se distinguiram pelo seu trabalho, assim como incentivar a todos os fazedores da educação e toda a sociedade, para que possam fazer um trabalho árduo, com vista a propiciar o desenvolvimento do sector e, por via deste, contribuir para o desenvolvimento de Moçambique”.
Cassamo Nuvunga, presidente da CADE, referiu ter expectativa de que os premiados sejam exemplo ao nível nacional e que estimulem outros em 2016.
“A partir do próximo ano, o movimento de eleição será iniciado nas províncias e mais tarde finalizado ao nível nacional, num movimento crescente que transforme a vida dos estudantes”, finalizou.

 

Entrega do cheque ao melhor professor do País

Entrega do cheque ao melhor professor do País

 

Entrega do certificado a uma das melhores alunas

Entrega do certificado a uma das melhores alunas

 

Entrega do certificado de mérito ao Standard Bank como parceiro da CADE

Entrega do certificado de mérito ao Standard Bank como parceiro da CADE

 

Jorge Ferrão Ministro da Educação e Desenvolvimento Humano

Jorge Ferrão Ministro da Educação e Desenvolvimento Humano

 

Cassamo Nuvunga Presidente da CADE

Cassamo Nuvunga Presidente da CADE

 

Hélia Campos Directora de Recursos Humanos do Standard Bank

Hélia Campos Directora de Recursos Humanos do Standard Bank