Presidium
Recursos para manutenção de estradas: Portagens já geraram receitas na ordem de mil milhões de meticais
21/07/2023
Pormenores da visita (3)
Águas do Malawi impressionada como FIPAG subsidia as taxas de ligação de água para a população de baixa renda
28/07/2023
Presidium
Recursos para manutenção de estradas: Portagens já geraram receitas na ordem de mil milhões de meticais
21/07/2023
Pormenores da visita (3)
Águas do Malawi impressionada como FIPAG subsidia as taxas de ligação de água para a população de baixa renda
28/07/2023

Care Team: LAM retoma serviço de apoio aos passageiros

Prestação do serviço de assistência aos passageiros (3)

Prestação do serviço de assistência aos passageiros (3)

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique reintroduziu o serviço de assistência aos passageiros em terra, o qual estará disponível, numa primeira fase, no Aeroporto Internacional de Maputo, prevendo-se a sua expansão para as outras escalas onde a companhia opera.

A reintrodução deste serviço, Care Team, como é conhecido na linguagem de aviação, faz parte de um conjunto das reformas em curso na companhia, depois da intervenção da Fly Modern Ark na gestão da LAM e visa orientar os utentes dos vários serviços nos aeroportos, que incluem: a chegada até à realização do check-in, bem como no acto de embarque e desembarque.

Na sexta-feira, 21 de Julho, o vice-ministro dos Transportes e Comunicações, Amilton Alissone, visitou a equipa posicionada no Aeroporto Internacional de Maputo, tendo-se mostrado satisfeito com a reintrodução do Care Team.

“A LAM está num processo de reformas e há um entendimento de que os seus serviços têm tendência a melhorar. Por aquilo que pudemos constatar, durante a interacção com os passageiros, o serviço (Care Team) está a facilitar sobremaneira a sua movimentação dentro do aeroporto”, disse o vice-ministro.

Amilton Alissone considerou a reintrodução daqueles serviços de “necessários” e que vão tornar a empresa mais competitiva no mercado.

“Vamos todos abraçar esta causa, a reforma da nossa companhia de bandeira é um objectivo do Governo e um desejo de todos os moçambicanos para que tenhamos uma companhia mais fiável, segura e que ofereça serviços de qualidade e a custos actrativos”, acrescentou.

Por seu turno, a gestora do Projecto Care Team, Neila Albuquerque, explicou que a iniciativa tem como objectivo acolher e encaminhar, com conforto, os passageiros no interior dos aeroportos.

“Temos, por exemplo, passageiros que nunca tiveram a experiência de voar e precisam saber como fazer o check-in ou distinguir a classe económica da executiva, ter noções de prioridades no atendimento, no caso de idosos, gestantes, deficientes, entre outras situações. Os membros da Care Team estão aqui, justamente, para prestar este tipo de assistência e apoio”, frisou.

 

Prestação do serviço de assistência aos passageiros (1)

Prestação do serviço de assistência aos passageiros

Neila Albuquerque, gestora do Projecto Care Team (2)

Neila Albuquerque, gestora do Projecto Care Team

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Amilton Alissone, vice ministro dos Transportes e Comunicações (2)

Amilton Alissone, vice ministro dos Transportes e Comunicações

 

Vice ministro interagindo com os passageiros (2)

Vice ministro interagindo com os passageiros

Vice ministro interagindo com os tripulantes

Vice ministro interagindo com os tripulantes