• pt
Mesa que presidiu o encontro
A vigorar a partir de 1 de Abril: Governo, empregadores e sindicatos ensaiam ajustamento salarial
04/03/2017
standard bank
Em dois balcões: Standard Bank alarga horário até às 18.00 horas
06/03/2017

Carlos Mesquita insta ISUTC a expandir formação para o ramo portuário

IMG 01231

O Instituto Superior dos Transportes e Comunicações (ISUTC) precisa de fortalecer a sua ligação com os empregadores, para melhor responder às necessidades de formação do sector, disse o ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, no fim de uma visita efectuada, segunda-feira, 6 de Março, àquela instituição de ensino superior.

Carlos Mesquita visitou o ISUTC para se inteirar do funcionamento, realizações e desafios daquela instituição, vocacionada para a formação de quadros do sector dos transportes e comunicações, tendo-se reunido com os gestores e interagido com estudantes, docentes e pessoal administrativo daquela instituição de ensino superior.

Para responder à elevada demanda de quadros no sector, o governante desafiou o ISUTC a expandir as áreas de formação para contemplar o ramo portuária, com particular ênfase para a gestão portuária, marinha, agenciamento, entre outras necessidades.

Num outro desenvolvimento, Carlos Mesquita orientou o ISUTC a explorar o potencial existente no sector dos Transportes e Comunicações, estabelecendo sinergias e parcerias com as diversas instituições do Sector.

“O ISUTC precisa de trabalhar mais com as diversas instituições do sector, quer para a rentabilização das infra-estruturas existentes para o ensino, quer em termos de equipamentos como laboratórios, estágios, entre outras parcerias, devendo envolver a Escola Superior de Ciências Náuticas e a Escola da Aeronáutica Civil,” disse o Ministro, deplorando a segmentação de formação no sector que dirige, por estar a duplicar esforços e investimentos.

Por seu turno, o Reitor do ISUTC, Mateus Katupha, assumiu o desafio de cada vez maior estreitamento de relações com as instituições do sector dos Transportes e Comunicações, principal destinatários dos formandos da instituição, tendo sido acordado um trabalho de campo quer com as diversas escolas do sector, quer com unidades produtivas para o aprimoramento da informação disponível sobre as sua necessidades, para o estabelecimento de uma plataforma de trabalho imediato.

Refira-se que o Instituto Superior dos Transportes e Comunicações foi criado em 1998, com o objectivo de formar técnicos do sector dos Transportes e Comunicações. Conta actualmente com perto de 1380 estudantes, 437 dos quais ingressaram na instituição este ano.

 

IMG 01231

 

IMG 01321

 

IMG 01161