• pt
Palestra sobre educação financeira promovida pelo Standard Bank
Comunicado do Standard Bank sobre Dia Mundial da Poupança
02/11/2015
Exposição de artes plásticas da autoria de Kheto Lualuali
Comunicado da mcel: exposição de Kheto Lualuali e concerto de José Mucavele
05/11/2015

Comunicado da CTA sobre o seminário Contact Agronegócio Moçambique

Mesa que presidiu o Seminário Contact Agronegócio Moçambique

O ministro moçambicano da Agricultura e Segurança Alimentar assegurou que se afigura primordial, o estabelecimento de parcerias inteligentes para a operacionalização de políticas e estratégias do Governo, visando a promoção do aumento da produção e produtividade agrárias no sentido de garantir a segurança alimentar e nutricional dos moçambicanos.
José Pacheco fez este pronunciamento, esta segunda-feira, 2 de Novembro, em Maputo, no decurso do seminário denominado Contact Agronegócio Moçambique, inserido na visita da missão empresarial promovida pela Câmara Agrícola Lusófona de Portugal em parceria com a CTA-Confederação das Associações Económicas de Moçambique.
A missão empresarial, que decorre entre os dias 1 e 9 de Novembro, envolvendo um total de 15 empresas portuguesas, tem por objectivo estabelecer contactos empresariais, institucionais e bancários, bem como visitas às regiões com potencial agrícola e industrial do sector agro-alimentar, incluindo os portos de Maputo e Nacala e suas bases logísticas.
Na sua intervenção, o governante enalteceu que “a agricultura é um pilar incontornável, sendo por isso a base do desenvolvimento económico e social de Moçambique, desempenhando um papel determinante na luta contra a fome e contra a pobreza, que ainda está presente em dimensões diferentes no território da CPLP”.
O objectivo do Governo de Moçambique, segundo assegurou, é produzir mais alimentos para abastecer o mercado nacional e ao mesmo tempo consolidar e alargar as bases nos mercados regionais e internacionais, através da colocação dos excedentes dos produtos agrários.
“Para que isso seja possível de forma mais sólida impõe-se a união de sinergias no sentido de oferecer alternativas tecnológicas aos produtores, visando transformar a agricultura, predominantemente, de subsistência para uma agricultura orientada para o mercado”, frisou José Pacheco.
Por sua vez, Salimo Abdula, presidente da CE-CPLP–Confederação dos Exportadores da CPLP, referiu que o objectivo da sua organização é ajudar cada uma das economias da CPLP para que juntos possam transformar a comunidade lusófona num espaço económico competitivo, com menos desigualdades, mais emprego, menos pobreza e cada vez mais fortalecida nos mercados internacionais.
“É através de discussões, conversações e missões empresariais como esta, no seio da CPLP e dos nossos parceiros, que devemos procurar soluções para os problemas que enfrentamos no nosso dia-a-dia”, indicou, acrescentando que “esta missão é mais uma prova dos avanços da nossa comunidade, que tem, ao longo destes últimos anos, trabalhado no sentido de identificar formas de actuação com o olhar no futuro”.

 

Mesa que presidiu o Seminário Contact Agronegócio Moçambique

Mesa que presidiu o Seminário Contact Agronegócio Moçambique

 

José Pacheco Ministro da Agricultura e Segurança Alimentar

José Pacheco Ministro da Agricultura e Segurança Alimentar

 

Salimo Abdula Presidente da CE CPLP

Salimo Abdula Presidente da CE CPLP

 

Participantes ao Seminário Contact Agronegócio Moçambique

Participantes ao Seminário Contact Agronegócio Moçambique