• pt
Mesa que presidiu o encontro
Empresários queixam-se ao PR sobre escassez de liquidez da moeda estrangeira obrigando empresas a reduzir nível de actividade e emprego
03/06/2016
Jogos da qualificaçao dos Futures Standard Bank Open
Standard Bank Open: Tenistas nacionais vão disputar jogos de alta competição
06/06/2016

CTA: Novo modelo de Diálogo Público-Privado contribui para a criação de um ambiente de negócios atractivo ao investimento

Mesa que presidiu o seminário

A Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) considera que o novo modelo de Diálogo Público-Privado, que coloca as reformas e o desenvolvimento do País no centro da agenda, tem contribuído para a criação de um ambiente de negócios atractivo ao investimento e a iniciativas privadas assentes numa maior participação de nacionais.
O novo modelo está, igualmente, por detrás de uma maior aposta, por parte da CTA, no fortalecimento das Pequenas e Médias Empresas pois estas, de acordo com Rui Monteiro, vice-presidente desta agremiação, possuem maior potencial para a geração de emprego e renda para as famílias, contribuindo, desta forma, para a criação de riqueza e estabilidade socioeconómica do País.
Rui Monteiro teceu estas considerações no último sábado, 4 de Junho, na abertura do III Seminário Nacional dos Conselhos Empresariais Provinciais (CEPs), que teve lugar no distrito de Boane, província de Maputo.
O evento enquadra-se no Plano Estratégico da CTA, que preconiza o reforço das capacidades institucionais das associações, e tinha como objectivo a avaliação do funcionamento dos Conselhos Empresariais Provinciais e o fortalecimento do Diálogo Público-Privado a nível das províncias.
Durante o seminário foram partilhadas experiências baseadas na vida real dos empresários a nível local, bem como definidos os pilares para a avaliação do ambiente de negócios nas províncias e no País em geral.
O seminário, que tinha como lema “Consolidando o Diálogo Público-Privado e Cultivando o Espírito de Liderança e Lobby no Seio dos Actores do Diálogo Público-Privado”, serviu também para a criação de mecanismos de coordenação com os Pelouros e para o reforço da capacidade de gestão e liderança dos actores do Diálogo Público-Privado.
A cerimónia de abertura deste encontro foi presidida pelo director provincial da Educação e Desenvolvimento Humano da província de Maputo, Lucas Fernando, em representação do governador da província de Maputo, Raimundo Diomba.
No seu discurso, Lucas Fernando, reiterou o compromisso do Governo em trabalhar com a Confederação das Associações Económicas de Moçambique no desenvolvimento sustentável do País e na remoção de obstáculos à criação de um bom ambiente de negócios.
Para além dos presidentes, vice-presidentes, gestores e técnicos dos CEPs, o seminário contou com a presença dos presidentes, vice-presidentes dos pelouros, técnicos da CTA e outros convidados.
Espera-se que esta interacção, entre a CTA, CEPs e pelouros, contribua para o reforço das capacidades e troca de experiências sobre o Diálogo Público-Privado e outras matérias relevantes.

 

 

Mesa que presidiu o seminário

Mesa que presidiu o seminário

 

Rui Monteiro Vice Presidente da CTA

Rui Monteiro Vice Presidente da CTA

 

 

Lucas Fernando Director Provincial de Educaçao e Desenvolvimento Humano

Lucas Fernando Director Provincial de Educação e Desenvolvimento Humano

 

Participantes

Participantes

 

Foto em família

Foto em família