Momento de recepção e confraternização com passageiros (7)
Flash Mob dá boas-vindas a passageiros da LAM
22/10/2023
Participantes (1) (1)
França ajuda universidades moçambicanas a alavancar incubadoras de negócio
05/11/2023
Momento de recepção e confraternização com passageiros (7)
Flash Mob dá boas-vindas a passageiros da LAM
22/10/2023
Participantes (1) (1)
França ajuda universidades moçambicanas a alavancar incubadoras de negócio
05/11/2023

Economic Briefing: Standard Bank reitera compromisso em financiar projectos de geração de energia limpa e sustentável

Painel (2) (1)

Painel (2) (1)

O Standard Bank realizou, recentemente, a décima nona edição do Economic Briefing, um evento através do qual o banco proporciona, aos seus clientes e à sociedade em geral, informações relevantes sobre as perspectivas de evolução da economia. Durante o encontro, que teve como lema “Moçambique: Gás Natural e Transição Energética”, o banco reiterou o seu compromisso de financiar projectos de geração de energia limpa e sustentável, incluindo as baseadas em fontes renováveis.

O banco elegeu este tema como forma de estimular e contribuir para o debate sobre a necessidade de se investir em energias limpas e “amigas do ambiente”, um sector com enorme potencial e que pode conduzir o país e o mundo ao alcance dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

“Elegemos a transição energética como tema central do nosso último Economic Briefing do ano pois, como instituição financeira comprometida com o desenvolvimento económico e o bem-estar das comunidades que servimos, reconhecemos a importância vital de abordar e enfrentar os desafios energéticos do nosso tempo”, frisou a presidente do Conselho de Administração (PCA) do Standard Bank, Esselina Macome.

Ainda no que diz respeito a este aspecto, Esselina Macome referiu que o banco tem colaborado com parceiros locais no apoio à expansão de fontes de energias renováveis e no desenvolvimento de infraestruturas para a exploração responsável do gás natural, incluindo a adopção de medidas concretas para apoiar a transição energética no país.

É neste sentido que foram convidados ao debate personalidades relevantes do sector energético em Moçambique, com destaque para Carlos Yum (director executivo do Projecto Mpanda Nkuwa), Pedro Nguelume (administrador executivo para a Área de Desenvolvimento Empresarial da EDM – Electricidade de Moçambique), Nazário Bangalane (presidente do Conselho de Administração do INP – Instituto Nacional de Petróleo) e Isália Dimene (administradora executiva para a Área de Projectos do FUNAE – Fundo Nacional de Energia).

Como tem sido apanágio, o evento serviu, igualmente, para o banco apresentar a análise da perspectiva de evolução da economia moçambicana como forma de orientar os clientes e a sociedade, no geral, na tomada de decisões empresariais.

Segundo o economista-chefe do Standard Bank, Fáusio Mussá, há uma tendência de redução da inflação, que no mês de Setembro se situou em 4.6%, “o que é considerado encorajador pois se trata de uma descida significativa, depois de ter atingido 13% em Agosto último, mas observou que os riscos permanecem elevados, sobretudo considerando o possível impacto da tensão no Médio Oriente no preço dos combustíveis. Neste contexto prevê-se que a política monetária se mantenha apertada”.

Fáusio Mussá observou ainda as perspectivas de uma política fiscal expansionista, considerando as eleições gerais de Outubro de 2024. Notou que a proposta de Orçamento do Estado para 2024 prevê um forte crescimento nos empréstimos líquidos domésticos do Estado, de 22.8 mil milhões de Meticais ou seja 1.5% do PIB, para financiar parcialmente um aumento expressivo da despesa de investimento.

“Do ponto de vista de crescimento económico, a economia apresenta alguma resiliência e o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) tende a acelerar, sobretudo considerando o impacto do projecto Coral Sul”, sublinhou Fáusio Mussá.

 

Painel (4)

Painel

Participantes (2) (3)

Participantes

 

 

 

 

 

 

 

 

Esselina Macome, presidente do Conselho de Administração do Standard Bank

Esselina Macome, presidente do Conselho de Administração do Standard Bank

Fáusio Mussá, economista chefe do Standard Bank (1)

Fáusio Mussá, economista chefe do Standard Bank