• pt
Lourenço de Rosário - presidente da FUNDE dialogando com alunos da Escola Primária Completa 25 de Junho
FUNDE faz entrega de escola ao Conselho Municipal de Maputo
02/04/2015
Participantes no seminário sobre oportunidades de negócio Brasil-Moçambique
CTA preocupada com baixo nível de exportações para o Brasil
13/04/2015

EMATUM apresenta oportunidades ao empresariado nacional

Agostinho Mondlane - Ministro do Mar Aguas Interiores e Pescas visitando um dos barcos

O ministro moçambicano do Mar, Águas Interiores e Pescas, Agostinho Mondlane, insta o empresariado nacional a explorar as oportunidade de negócios criadas com o início de actividades da Empresa Moçambicana de Atum (EMATUM), em Dezembro de 2014.
Agostinho Mondlane, que falava na quinta-feira, 9 de Abril, na cidade de Maputo, num jantar de apresentação de oportunidades de negócios ao sector privado organizado pela EMATUM, considera o envolvimento do empresariado nacional um factor primordial para a maximização dos benefícios da pesca deste recurso no País.

“Estamos confiantes de que estão criadas todas as condições adequadas para que o sector empresarial nacional explore as janelas de investimento e negócios que Moçambique dispõe e contribua para o crescimento e desenvolvimento do sector pesqueiro”, disse o ministro.
Por seu turno, Rogério Manuel, presidente da Confederação das Associações Económicas de Moçambique, enalteceu a iniciativa de divulgar as oportunidades adjacentes à cadeia de valor do atum.

“Temos a convicção de que as informações partilhadas abrem caminho para que as empresas interessadas, com destaque para as pequenas e médias, possam tirar melhor proveito do actual leque de oportunidades existentes neste sector. Ao promover estas ligações, a EMATUM vem contribuir de uma forma particular na geração da riqueza e criação de emprego para os jovens”, considera Rogério Manuel.
No evento, foi dado a conhecer ao empresariado nacional as áreas nas quais podem investir no sector pesqueiro e que são do interesse da EMATUM, nomeadamente formação e recrutamento, fornecimento de materiais e equipamento, consumíveis, alimentação, tecnologias, energias e combustíveis, processamento do atum, entre outras.

Refira-se que, neste momento, a Empresa Moçambicana de Atum, que se dedica à pesca deste recurso à escala industrial, conta com 24 barcos equipados com alta tecnologia, sendo 21 atuneiros e três de apoio, com câmaras frigoríficas com capacidade para 30 toneladas cada.Agostinho Mondlane - Ministro do Mar Aguas Interiores e Pescas visitando um dos barcos

Agostinho Mondlane – Ministro do Mar Águas Interiores e Pescas visitando um dos barcos

 

Agostinho Mondlane -  Ministro do Mar Aguas Interiores e Pescas

Agostinho Mondlane –  Ministro do Mar Águas Interiores e Pescas

 

Rogerio Manuel -  Presidente da CTA

Rogerio Manuel –  Presidente da CTA