• pt
Painel Principal
Projectos de Gás Natural Liquefeito, na bacia do Rovuma, entre 2017 e 2022: Estima-se que Investimento Directo Estrangeiro atinja cerca de 35 biliões USD
06/05/2016
Mesa que presidiu o seminário
Desafio para os próximos anos: Director-geral das Alfândegas insta integração de todos os contribuintes do comércio externo na Janela Única
09/05/2016

Empresários do Dubai buscam oportunidades em Moçambique

Mesa que presidiu o Fórum de Negócios Moçambique Dubai

Uma missão empresarial da Câmara de Comércio de Dubai visitou o nosso País, entre os dias 4 e 6 de Maio, para se inteirar das oportunidades de negócio em Moçambique, bem como o estabelecer parcerias com os empresários moçambicanos.
Trata-se de um grupo de empresários de diversas áreas de actividade do Dubai, com destaque para a educação, formação profissional, infraestruturas, turismo, manufactura e comércio.
No último dia da visita, os empresários dos Emirados Árabes Unidos mantiveram, em Maputo, um encontro com a Confederação das Associações Económicas de Moçambique – CTA para, abertamente, debater sobre as oportunidades de negócio, conhecer as áreas prioritárias de investimento e ainda se inteirar das vantagens na criação de parcerias com o empresariado nacional.
Falando momentos após o encontro, o vice-presidente da CTA, Rui Monteiro, disse que a vinda dos empresários de Dubai a Maputo só demonstra o elevado interesse da Câmara de Comércio daquela cidade dos Emirados em investir em Moçambique.
“Eles estiveram aqui à procura de investimentos e de, obviamente, ver potenciais parceiros locais para investir”, adiantou Rui Monteiro, acrescentando que, já na próxima semana, estará em Maputo uma outra comitiva empresarial de Dubai, composta sobretudo por empresários das áreas da agricultura e dos recursos naturais.
Ainda sobre o encontro ocorrido, sexta-feira, 6 de Maio, Rui Monteiro revelou que a CTA incentivou a Câmara do Comércio de Dubai a investir em Moçambique. “Reiteramos que o nosso País precisa de investidores. Convidamo-los a tentarem, sempre, arranjar parceiros moçambicanos com quem possam desenvolver potenciais áreas nas quais podem entrar já a investir”, frisou.
Apesar do interesse manifestado pelos empresários de Dubai em investir nos recursos naturais, conhecida a experiência dos Emirados Árabes Unidos, Rui Monteiro não escondeu que Moçambique não está a 100% no tocante ao investimento nas áreas de petróleo e gás. Todavia, referiu que “seria bom que eles estivessem por cá dentro, por forma a que juntos possamos desenvolver estas áreas”.
Importa referir que a Câmara de Comércio de Dubai pretende abrir uma representação na cidade de Maputo.

 

Mesa que presidiu o Fórum de Negócios Moçambique Dubai

Mesa que presidiu o Fórum de Negócios Moçambique Dubai

 

 

Rui Monteiro Vice Presidente da CTA

Rui Monteiro Vice Presidente da CTA

 

Participantes no Fórum de Negócios Moçambique Dubai

Participantes no Fórum de Negócios Moçambique Dubai