A equipa sénior masculina da Universidade Politécnica sagrou-se campeã da Taça Maputo em basquetebol ao derrotar, no sábado, 21 de Abril, na final, o Ferroviário de Maputo por 75-62.

 

Foi uma partida bastante renhida, embora a Universidade Politécnica tivesse demonstrado a sua supremacia, perante um Ferroviário de Maputo sem argumentos suficientes para contrariar a “força” dos universitários.

 

Prova disso é o facto de os “locomotivas” terem dominado somente o primeiro período, por 22-11, tendo os universitários revertido o resultado para 28-38, 44-54 e 62-75 no segundo, terceiro e quarto períodos, respectivamente.

 

Com este feito, diga-se, histórico, o agrupamento treinado por José Macuácua impõem-se no xadrez do basquetebol da cidade (e do País), dominado, principalmente, pelas equipas do Ferroviário de Maputo, Maxaquene, Desportivo e Costa do Sol.

 

No final do jogo, que teve lugar no pavilhão do Desportivo, o capitão da equipa, Yuran Biosse, dedicou o troféu ao mentor do projecto, o fundador e primeiro reitor da Universidade Politécnica, Lourenço do Rosário, pela aposta no desporto, no geral, e no basquetebol, em particular.

 

Importa realçar que a Taça Maputo em basquetebol foi disputada em duas fases. Na primeira, as equipas jogaram num sistema de todos contra todos, tendo sido classificadas, em ordem decrescente, as quatro melhores, nomeadamente Ferroviário, A Politécnica, Maxaquene e Costa do Sol.

 

Entretanto, no jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares, o Maxaquene beneficiou da falta de comparência da equipa do Costa do Sol para completar o pódio.

 

universidadepolitcnicacampedataamaputoembasquetebo 1

 

universidadepolitcnicacampedataamaputoembasquetebo 2

 

universidadepolitcnicacampedataamaputoembasquetebo 3