• pt
50 autocarros entregues aos operadores privados pelo MTC
Governo inicia entrega de 213 autocarros aos operadores privados
30/01/2016
Para a cara-metade: Chamadas grátis na rede mcel todo o mês de Fevereiro
04/02/2016

Facilitação do comércio e cobrança de receitas: JUE trouxe avanços significativos que permitiram o cumprimento dos objectivos

A Presidente da Autoridade Tributária de Moçambique (AT) reconheceu que a JUE-Janela Única Electrónica trouxe avanços significativos que permitiram o cumprimento dos objectivos fundamentais da instituição, incluindo a facilitação do comércio, cobrança de receitas, segurança nas transacções e compilações de estatísticas de informação sobre o comércio externo.
Amélia Nakhare fez este pronunciamento num encontro com quadros da sua instituição, agentes económicos, entre outras entidades, ocorrido na cidade portuária de Nacala, província de Nampula, por ocasião das celebrações do Dia Mundial das Alfândegas, que se assinala a 26 de Janeiro.
A expansão e operacionalização da JUE em todos os terminais de carga marítima, aérea, rodoviária, bem como nas principais fronteiras do País, segundo sustentou Amélia Nakhare, constituem o grande desafio do momento para a sua instituição, no âmbito da reforma e modernização dos serviços que presta, visando a melhoria na colecta de receitas.
“É nesta perspectiva que a AT continua a levar a cabo acções de sensibilização com vista à promoção da integridade dos seus funcionários e outros que visam a formação para oferecer-lhes igualmente orientação estratégica e exemplos de boas práticas, aspirando melhor actuação e desempenho institucional”, indicou.
Para a presidente da AT, a operacionalização da JUE constitui um instrumento de referência no que respeita à adopção de tecnologias de informação e comunicação para a gestão dos processos relativos ao desembaraço aduaneiro de mercadorias, no âmbito da facilitação do comércio.
“A Janela Única Electrónica constitui actualmente uma plataforma que interliga o sistema e coopera em 99.9 por cento de qualidade de informação processada 24 horas por dia, tendo já atingido um milhão de registos de declarações aduaneiras”, finalizou Amélia Nakhare.