• pt
Embalagens da raçao da marca FEPR
Lançamento de nova marca de rações: Indústria nacional exporta para países vizinhos
14/10/2016
Edwina Ferro Presidente da AIESEC em Moçambique
Em sete anos de existência em Moçambique: AIESEC capacitou mais de 1.000 membros
16/10/2016

Filipe Nyusi incentiva operadores a dinamizar turismo nacional

Corte da fita 1

‎O Presidente da República, Filipe Nyusi, instou os operadores turísticos a apostarem na qualidade com vista a melhorar os indicadores do sector do turismo, que, apesar de representarem um crescimento assinalável em relação aos dos anos anteriores, ainda estão longe de corresponder às potencialidades que Moçambique oferece.

De acordo com o estadista, que falava na sexta-feira, 14 de Outubro, na cidade de Maputo, na abertura da IV edição da Feira Internacional do Turismo “Descubra Moçambique”, a aposta na qualidade deve ser uma característica diferenciadora l, pois só assim é que se poderá assegurar um bom futuro para este sector.

A par da qualidade, que deve estar centrada no atendimento pessoal, serviços públicos e nas infra-estruturas turísticas e de apoio, é necessário, segundo o Presidente da República, que se aposte também no dinamismo empresarial e na sustentabilidade e conservação ambiental.

“O sector do turismo gera sinergias com outros sectores económicos, desempenhando o papel de uma excelente ponte entre diversos sectores dada a sua transversalidade”, disse Filipe Nyusi, numa clara alusão à necessidade de uma forte aposta neste sector.
“O turismo afigura-se como uma actividade económica estratégica que permite criar empregos, gerar rendimentos e obtenção de impostos, assegurando o uso racional dos recursos naturais esgotáveis”, acrescentou.

Em relação à feira, o Presidente da República disse, na ocasião, que a mesma se apresenta como uma incontornável montra de potencialidades turísticas que o nosso País oferece e uma forma de comparar as ofertas de vários provedores de serviços turísticos num único espaço.

O Chefe de Estado aproveitou a ocasião para falar do Plano Estratégico para o Desenvolvimento do Turismo 2016-2025, que tem como objectivo “transformar Moçambique num destino mais vibrante, dinâmico e exótico de África até 2025”.

A Feira Internacional de Turismo conta com a parceria da operadora de telefonia móvel mcel-Moçambique Celular, que associou o seu nome a esta iniciativa por acreditar no papel que este sector pode desempenhar na promoção da imagem do País além-fronteiras.
Para Jonas Alberto, representante da mcel, “a feira apresenta-se como uma plataforma que permite aos operadores turísticos, e não só, darem a conhecer ao público os seus estabelecimentos e serviços”.

A Feira Internacional de Turismo “Descubra Moçambique” é um evento anual que visa divulgar as potencialidades turísticas do País e colocá-lo na rota dos destinos preferenciais do mundo.

Organizada pelo Governo moçambicano, através do Ministério da Cultura e Turismo e o Instituto Nacional do Turismo, em parceria com o sector privado, pretende-se que a iniciativa sirva igualmente para a promoção da cultura e gastronomia nacionais.

Esta edição conta com a participação de cerca de 150 expositores nacionais e estrangeiros, 14 hotéis, 40 agentes de turismo, dois Países (África do Sul e Swazilândia), para além de diversos operadores turísticos.

Corte da fita 1

Corte da fita

 

Filipe Nyusi Presidente da República

Filipe Nyusi Presidente da República 

 

Jonas Alberto representante da mcel 1

Jonas Alberto representante da mcel

 

Foto de família

Foto de família