• pt
Mesa que presidiu a cerimónia de lançamento do livro
Pessoas portadoras de deficiência devem deixar de ter um papel secundário nos tribunais
27/10/2017
Painel
Ministra do Trabalho advoga medidas preventivas para se evitar acidentes laborais
30/10/2017

Graduados em Lichinga primeiros licenciados da Universidade Politécnica

apolitecnica

A Escola Superior Aberta – Pólo de Lichinga, uma unidade orgânica da Universidade Politécnica, graduou, na última sexta-feira, 27 de Outubro, um total de 23 estudantes, que passaram a estar habilitados, para dar o seu contributo para o desenvolvimento do País, particularmente da província de Niassa.

Nesta cerimónia, a primeira da Escola Superior Aberta desde a oficialização das suas actividades na cidade de Lichinga, em 2013, foram graduados estudantes formados nos cursos de Administração Pública, Ciências da Educação, Ciências Jurídicas, Ensino de História e Geografia, Gestão de Empresas, bem como de Recursos Humanos.

É expectativa da Universidade Politécnica que os 23 graduados, dos quais 11 são homens e 12 mulheres, dêem o seu contributo para o desenvolvimento socioeconómico da província de Niassa, através da aplicação dos conhecimentos adquiridos durante a formação.

A cerimónia de graduação representou, para a Universidade Politécnica, um momento de júbilo e de satisfação, por ter contribuído na formação de profissionais, com competências básicas em matérias de administração pública, ciências de educação e de gestão de recursos humanos.

Por outro lado, a cerimónia proporcionou a graduação, a nível da província de Niassa, de estudantes que cumpriram as suas actividades laborais presencialmente e as curriculares virtualmente, por meio de tecnologias de informação e de comunicação, com algumas horas presenciais para a troca de impressões com os respectivos tutores.

Refira-se que, com estes 23 estudantes, sobe para 8.464 o número de estudantes graduados pela Universidade Politécnica, ao nível do País.

 

apolitecnica