• pt
Graduados
Universidade Politécnica: A mais antiga universidade privada entrega ao País mais 436 graduados
30/10/2022
Palestra 2
Com o apoio do Standard Bank: 120 alunos da Escola Primária 3 de Fevereiro aprendem como fazer poupanças
02/11/2022
Graduados
Universidade Politécnica: A mais antiga universidade privada entrega ao País mais 436 graduados
30/10/2022
Palestra 2
Com o apoio do Standard Bank: 120 alunos da Escola Primária 3 de Fevereiro aprendem como fazer poupanças
02/11/2022

João Carlos Pó Jorge eleito presidente das companhias aéreas da África Austral

Joao Carlos Po Jorge director geral da LAM

Joao Carlos Po Jorge director geral da LAM

O director geral da LAM, João Carlos Pó Jorge, foi eleito para o cargo de presidente da Associação das Companhias Aéreas da África Austral (AASA), no decurso da 52ª Assembleia Geral Anual da agremiação, realizada de 14 a 15 de Outubro corrente.
No mesmo encontro, o CEO da companhia aérea Safair, Elmar Conradie, foi eleito para o cargo de vice-presidente.  Os dois gestores estarão em exercício no período de 12 meses.
 “A nossa indústria emerge da pandemia da COVID-19 de uma forma muito diferente do que era. Está ajustada, mais apta e mais forte, mas enfrenta consideráveis contrariedades económicas, regulatórias e ameaças externas, incluindo o fornecimento confiável de combustível, que é a questão mais urgente“, foi referido pelo CEO da AASA, Aaron Munetsi.
“Tanto João Carlos Pó Jorge como Elmar Conradie são líderes altamente respeitados e conhecedores da indústria de transporte aéreo da África Austral e estão bem posicionados para fornecer orientação e apoio à medida que continuamos a liderar e falar em nome da indústria aérea e nos envolver em seu nome, com governos e reguladores, em toda a região da SADC”, acrescentou o CEO da AASA.
A assembleia anual da AASA em 2022 contou com a presença de mais de 260 delegados representando companhias aéreas, aeroportos, navegação aérea e serviços meteorológicos, bem como fabricantes, fornecedores e outras partes interessadas no sector.
As questões abordadas incluíram a necessidade de acção urgente por parte dos governos da região, para rever as políticas e regulamentos para permitir uma indústria de transporte aéreo mais eficiente, abrangente e competitiva para servir e apoiar todas as economias da SADC.