• pt
Mesa que presidiu a Conferência de Imprensa sobre o espectáculo de Otis
Pedro Ben será artista convidado: Otis vai brilhar no Centro Cultural Universitário
19/11/2014
Fachada frontal da nova loja da mcel em Xai-Xai
mcel celebra 17 anos com inauguração de nova loja em Xai-Xai
22/11/2014

Jornalistas da TIM e RTP: Alfredo Júnior e Carlos Jossias arrecadam prémio da CADE

Momento da entrega do cheque ao vencedor do jornalismo televisivo Alfredo Junior pela Directora dos Recursos Humanos do Standard bank Helia Campos

Os jornalistas Alfredo Júnior e Carlos Jossias, da Televisão Independente de Moçambique (TIM) e Rádio e Televisão de Portugal (RTP), respectivamente, são os grandes vencedores do prémio de melhor reportagem televisiva sobre Educação, promovido pela Comunidade Académica para o Desenvolvimento da Educação (CADE), em parceria com o Standard Bank.
O facto foi anunciado quinta-feira, 20 de Novembro, na cidade de Maputo, durante a VIIª edição da Gala Nacional de Educação, uma iniciativa da CADE que visa homenagear, premiar e/ou galardoar individualidades e instituições que se destacaram no desenvolvimento e progresso da educação no País durante o ano.

Carlos Jossias e Alfredo Júnior concorreram, respectivamente, com as reportagens “Escolas profissionais de Moçambique: ABC para a vida” e “Falta de Carteiras versus Orçamento do Estado 2014”, trabalhos premiados pelo Standard Bank com o valor de 75.000 meticais cada.

O apoio do Standard Bank à Gala Nacional de Educação está inserido no âmbito da sua estratégia de responsabilidade social, sendo que o valor disponibilizado pelo banco ao prémio de melhor reportagem televisiva sobre Educação constitui uma forma de estimular e alargar o debate público à volta deste tema.

De acordo com Hélia Campos, directora de Recursos Humanos do Standard Bank, “esta foi uma forma de o banco reconhecer os profissionais e encorajá-los a investigar cada vez mais e a entregarem-se às causas da educação. O que pretendemos é criar um sentido de desafio no meio desta classe”.

Para Alfredo Júnior, um dos vencedores na categoria de melhor reportagem televisiva, este tipo de prémio incentiva os jornalistas a trabalhar cada vez mais em prol da educação, um sector vital para o desenvolvimento de um País.

“O Standard Bank faz muito bem por apoiar este tipo de iniciativas. Aliás, é tradição deste banco. Como vencedor, sinto-me feliz, principalmente por ser a primeira vez que concorro. O meu trabalho retrata a falta de carteiras nas escolas, num País como o nosso, que produz madeira, e até exporta. Na reportagem, consultei o Orçamento do Estado referente ao ano 2014, para saber qual era a verba destinada à aquisição de carteiras. A verba existe mas é uma gota no oceano”, explicou.

Cassamo Nuvunga, presidente da Comunidade Académica para o Desenvolvimento da Educação, considera que o prémio de melhor reportagem televisiva sobre Educação é um sinal de reconhecimento ao papel que os meios de comunicação social desempenham na sociedade e na educação, em particular.

“Os meios de comunicação social desempenham um papel preponderante na informação sobre a educação, motivando as boas práticas e denunciando os exageros do sistema de ensino. O papel que cada um dos actores desempenha é vital para o alcance de uma educação de qualidade que tanto almejamos”, disse.

 

Momento da entrega do cheque ao vencedor do jornalismo televisivo Alfredo Junior pela Directora dos Recursos Humanos do Standard bank Helia Campos

Momento da entrega do cheque ao vencedor do jornalismo televisivo Alfredo Junior pela Directora dos Recursos Humanos do Standard bank Helia Campos

 

Alfredo Junior - vencedor do premio de melhor reportagem televisiva sobre educacao

Alfredo Junior – vencedor do premio de melhor reportagem televisiva sobre educacao

 

Helia Campos - Directora de Recursos Humanos do Standard bank

Helia Campos – Directora de Recursos Humanos do Standard bank

 

Cassamo Nuvunga -  Presidente da CADE

Cassamo Nuvunga –  Presidente da CADE

 

Participantes na Gala CADE

Participantes na Gala CADE