• pt
logo TMCEL 1
Tmcel lança concurso Super Semanas
15/12/2021
Voo
Três vezes por semana: LAM retoma voos para Harare
20/12/2021

LAM realiza primeiro voo comercial com destino ao Aeroporto Filipe Jacinto Nyusi, a partir de Joanesburgo, com escala em Maputo

A Momento do desembargue de passageiros no aeroporto FJN

A Momento do desembargue de passageiros no aeroporto FJN

A empresa Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) realizou, sábado, 18 de Dezembro de 2021, o primeiro voo comercial com destino ao Aeroporto Filipe Jacinto Nyusi (FJN), a partir de Joanesburgo (JHB), com escala em Maputo.
A ocasião foi marcada pela entrega de certificados de reconhecimento aos primeiros 20 passageiros que desembarcaram naquele terminal do distrito de Chongoene, na província de Gaza, vindos do respectivo voo.
Trata-se de um voo comercial, tendo a LAM recorrido a um operador sul-africano, na busca de uma aeronave que para este primeiro dia  disponibilizou um equipamento de 35 lugares.
A iniciativa da LAM visa atrair turistas e comerciantes que queiram deslocar-se à província de Gaza a partir de JHB ou de Maputo, com redução do tempo de viagem.
O director geral da LAM, João Carlos Pó Jorge, referiu que depois da certificação do Aeroporto FJN, a empresa resolveu explorar a rota por entender ser necessário responder à demanda de passageiros que procuram para além do turismo e outros negócios.
“Estamos a explorar a rota para ver o que é viável para o mercado de aviação, principalmente, nesta rota recentemente inaugurada. Abrimos o mercado com este voo e notamos que houve algum interesse na aquisição de bilhetes. Para marcar esta ocasião, decidimos honrar os primeiros 20 passageiros com um certificado de reconhecimento”, referiu João Carlos Pó Jorge.
Por sua vez, a directora comercial da LAM, Luísa Ferreira, explicou que a companhia de bandeira nacional pretende, com o lançamento da exploração da rota, abranger todos os pontos do país que terão ligação com o Aeroporto FJN.
“Faz sentido explorar este potencial mercado. Penso que esta é uma excelente estratégia. Estamos cientes dos desafios que a rota possa trazer. Neste momento iniciamos a operação dos voos comerciais com uma frequência semanal, aos sábados, dependendo da procura do mercado que inicia em JHB ou vice-versa. Se o mercado mostrar-se receptivo, vamos introduzir a segunda frequência”, disse a directora comercial.
Vinda de JHB, com escala em Maputo, e tendo como destino final a cidade de Xai-Xai, a cidadã sul-africana, Ane Mari Pienaar disse que a iniciativa da LAM vai melhorar o tempo de viagem dos turistas que pretendam chegar àquele destino da província de Gaza.
“Venho da África do Sul e vou a Xai-Xai. Vou pela primeira vez ao Aeroporto FJN de Xai-Xai. É sempre seguro e poupa tempo ir de avião quando comparado com a via terrestre. É melhor”, afirmou a turista.
Sidónio Marco, que viajava na companhia dos seus filhos, referiu: “É gratificante fazer parte do primeiro grupo de passageiros que desembarcam no aeroporto recentemente construído e que revela muita coisa como o desenvolvimento do nosso país”.
A Momento do desembargue de passageiros no aeroporto FJN

Momento do desembargue de passageiros no aeroporto FJN

B Joao Carlos Po Jorge Director Geral da LAM

C Luisa Ferreira Directora Comercial da LAM 2

Luisa Ferreira Directora Comercial da LAM

D Momento de entrega de certificado

Momento de entrega de certificado