• pt
Mesa que presidiu a apresentação da JUE no UBA
Através da Janela Única Eletcrónica (JUE): Alfândegas de Moçambique colectaram mais de 78 mil milhões de meticais para os cofres do Estado
10/07/2015
TDM acolheu reunião técnica sobre formação em telecomunicações
10/07/2015

Légua mcel vai permitir massificação do atletismo ao nível do País

Participantes no lancamento da Légua mcel

A mcel-Moçambique Celular, em parceria com a Federação Moçambicana de Atletismo (FMA), lançou, esta sexta-feira, 10 de Julho, a Légua mcel, uma réplica da Corrida São Silvestre, com um percurso de 10 quilómetros, a ter lugar em todas as capitais provínciais, incluindo a cidade de Maputo.
As provas, que têm a mcel como patrocinador oficial, serão promovidas nas datas de celebração dos aniversários das capitais provinciais, em coordenação com os respectivos municípios. Para os municípios que já celebraram os seus aniversários, a Federação Moçambicana de Atletismo vai marcar datas alternativas, por forma a que as léguas ocorram no próximo ano.
A propósito da iniciativa, o Administrador Comercial da mcel, Cláudio Chiche, referiu que o sucesso e os resultados positivos alcançados pela Corrida São Silvestre serviram de inspiração para a concepção da Légua mcel.
É neste contexto, que a operadora, no âmbito do seu envolvimento directo com o desporto nacional, pretende expandir este conceito de provas de estrada, replicando a Corrida São Silvestre pelo País, contribuindo, deste modo, para a massificação da modalidade.
“Honra-nos hoje estarmos aqui a lançar mais uma semente e esperamos que possa trazer futuras referências para o nosso atletismo”, frisou Cláudio Chiche, salientando o envolvimento da operadora orgulhosamente moçambicana na promoção do desporto nacional, dentre outras áreas.
Por sua vez, Shafee Sidat, Presidente da FMA, disse que a Légua mcel vai beneficiar a muita gente, desde pessoas portadoras de deficiência física, jovens e adultos, trazendo igualmente uma nova vida e fomentando o gosto dos moçambicanos pelo atletismo, que se “perdeu após a retirada da atleta Lurdes Mutola das competições”.
“Estas provas de estrada vão contribuir para a massificação da modalidade, no País, pois nós queremos continuar a fazer um trabalho sério com a juventude ao nível das escolas e estas provas penso que vão mexer com o País, daí que a FMA só tem que agradecer à mcel pela iniciativa”, referiu para finalizar o Presidente da FMA.

 

Participantes no lancamento da Légua mcel

Participantes no lancamento da Légua mcel

 

Mesa que presidiu a cerimónia de lancamento da Légua mcel

Mesa que presidiu a cerimónia de lancamento da Légua mcel

 

Shafee Sidat Presidente da FMA

Shafee Sidat Presidente da FMA

 

Cláudio Chiche Administrador Comercial da mcel

Cláudio Chiche Administrador Comercial da mcel