• pt
Visita da Vice ministra à Terminal Interprovincial e Internacional da Junta
Transportes interprovinciais de passageiros: Condições asseguradas na Junta
21/12/2017
Acto de entrega de consumíveis cirúrgicos
Oferta de consumíveis cirúrgicos ao HCM: Cornelder possibilita aumento de operações ao coração aberto
21/12/2017

Metrobus arranca em pleno no próximo mês de Janeiro

Automotora do Metrobus na estação da Machava

A primeira fase do projecto do sistema integrado de transporte denominado Metrobus, para a região metropolitana de Maputo, vai arrancar em Janeiro de 2018, logo após da criação de todas as condições técnicas, para o seu funcionamento eficaz.

Esta garantia foi dada, na quinta-feira, 21 de Dezembro, em Maputo, pelo PCA da empresa Sir Motors, momentos após a realização da viagem experimental na rota Maputo-Machava-Matola Gare, que contou com a presença do governador da província do Maputo, Raimundo Diomba e do representante da governadora da Cidade de Maputo.

Amade Camal sustentou que, com a realização das viagens experimentais, foi possível colher muita informação de carácter técnico que será objecto de análise cuidadosa, para se tirar conclusões com vista a uma melhor operacionalização do projecto.

“Com o ensaio de hoje, pudemos aferir, igualmente, que a população recebeu esta solução de transporte público com entusiasmo”, indicou Amade Camal, acrescentando que “por todos os locais por onde passámos, fomos gratificados com a alegria de quem usou este meio, o que nos faz crer que estamos no caminho certo”.

Apesar do projecto encontrar-se ainda condicionado, o PCA da Sir Motors garantiu que a primeira fase vai arrancar na sua plenitude em Janeiro próximo. Trata-se de um complemento às reformas que o Governo tem vindo a desenvolver com o propósito de melhorar as condições de mobilidade urbana.

Por sua vez, o secretário permanente do governo da Cidade de Maputo, Manuel Guimarães, considerou o Metrobus como “uma grande prenda para a população e para o Governo da cidade de Maputo, se se tiver em linha de conta que a carência de transporte já era uma situação gritante”.

“Estamos a trabalhar em conjunto, o Governo e o sector privado, no sentido de encontrar soluções, por isso queremos agradecer à Sir Motors por nos trazer este sistema integrado de transporte pioneiro em Moçambique”, frisou.

Manuel Guimarães assegurou que o Governo está aberto para colaborar na perspectiva de viabilizar a implementação desta iniciativa: “Queremos garantir que do lado do Governo o projecto encontre uma mão amiga, para ajudar na identificação e resolução de todas as dificuldades ou situações que possam prejudicar o seu andamento normal”, afirmou.

Num outro desenvolvimento, disse esperar que o Metrobus traga uma mais-valia, contribuindo para a erradicação das precárias condições, nas quais tem sido transportada a população, através dos vulgo “my love”, as carrinhas de caixa aberta.

“O surgimento de “my loves”, na Cidade de Maputo, deveu-se a uma situação conjuntural e agora, com este meio de transporte intermodal, acredito que vão ter que redefinir as suas operações, saindo do ambiente urbano para o rural, onde poderão proceder ao transporte de carga diversa”, concluiu Manuel Guimarães.

Importa realçar que este projecto resulta da parceria entre a Sir Motors, que financiou a aquisição dos equipamentos e os custos de operação, a empresa CFM-Caminhos de Ferro de Moçambique, detentor da infraestrutura ferroportuária, os municípios de Maputo, Matola, e Boane, bem como os governos dos distritos de Marracuene e Machava.

 

Automotora do Metrobus na estação da Machava

Automotora do Metrobus na estação da Machava

 

Cadeirantes no interior das carruagens da Metrobus

Cadeirantes no interior das carruagens da Metrobus

 

Uma das cadeirantes saindo da carruagem do Metrobus

Uma das cadeirantes saindo da carruagem do Metrobus

Amade Camal Proprietário da Sir Motors

Amade Camal Proprietário da Sir Motors

 

Manuel Guimarães Secretário Permanente do Governo da Cidade de Maputo

Manuel Guimarães Secretário Permanente do Governo da Cidade de Maputo