• pt
codigo penal mocambicano directo ao assunto leandro gastao paul indice alfabetico e remissivo
Lançado livro “Código Penal moçambicano – Directo ao assunto”
29/03/2017
Funcionarios do MITESS fazendo ginastica aérobica
Vitória Diogo incentiva seus funcionários a cuidar melhor da saúde
01/04/2017

Não fizeram a Prova Anual de Vida: INSS vai suspender pensões a mais de 3.000 beneficiários

Sarmento Senda Delegado do INSS a nível da Cidade de Maputo 1

O Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) vai suspender o pagamento de pensões de mais de três mil pensionistas a nível da cidade de Maputo, em virtude de não terem realizado a Prova Anual de Vida, um processo que decorreu entre os dias 3 de Janeiro e 31 de Março.

De um universo de 17.602 pensionistas registados na capital do País até o dia 31 de Dezembro de 2016, 13.904 realizaram a Prova Anual de Vida, o que corresponde a 78.99%.

Segundo dados fornecidos pelo delegado do INSS a nível da cidade de Maputo, Sarmento Senda, dos 3.698 pensionistas que faltaram à Prova Anual de Vida, 2.176 correspondem à pensão por velhice, 49 por invalidez e 1.473 de sobrevivência.

“Não é motivo para nos orgulharmos, porque estamos cientes de que para muitos a pensão é a única fonte de sustento. Mas temos de ter a certeza de que estamos a pagar à pessoa certa, daí a necessidade da realização da Prova Anual de Vida”, explicou o delegado, que referiu que o INSS só irá retomar o pagamento das pensões canceladas, quando os pensionistas realizarem a prova.

Entretanto, o INSS abriu uma excepção a cerca de 150 pensionistas com dificuldades de locomoção, que não precisaram de se deslocar à delegação da cidade de Maputo para realizar a prova, pois “foram criadas brigadas para fazerem o registo destes pensionistas nos seus domicílios. Para estes, fomos complacentes, o que significa que não cancelaremos o pagamento das pensões no início”, concluiu Sarmento Senda.

A Prova Anual de Vida é um acto pelo qual o INSS comprova a existência física do titular da pensão, de modo a manter o direito ao recebimento da respectiva prestação mensal. Igualmente, este exercício permite a actualização periódica do cadastro dos pensionistas para evitar pagamentos indevidos dos benefícios.

Este exercício é feito todos os anos e abrange todos os titulares dos três tipos de pensões, sendo 373 por invalidez, 10.618 por velhice e 6.611 de sobrevivência. A não comparência dos pensionistas no período estabelecido tem como consequência a suspensão do pagamento da pensão.

A cidade de Maputo, que tem o estatuto de província, é a que possui maior número de pensionistas, com um total de 17.602, seguida pelas províncias de Maputo e Sofala, com 8.698 e 8.418, respectivamente, sendo Niassa a que apresenta menor número, com 516.

 

Sarmento Senda Delegado do INSS a nível da Cidade de Maputo 1

Sarmento Senda Delegado do INSS a nível da Cidade de Maputo

 

Sarmento Senda Delegado do INSS a nível da Cidade de Maputo 2

Sarmento Senda Delegado do INSS a nível da Cidade de Maputo

 

Pensionistas a realizarem a prova

Pensionistas a realizarem a prova