Exposicao
Em cinco anos de existência: Incubadora de Negócios beneficiou mais de 3.400 empreendedores
12/10/2022
Pormenor do jogo da final 1
Tenista belga vence segundo Future da 10ª edição do Standard Bank Open
17/10/2022
Exposicao
Em cinco anos de existência: Incubadora de Negócios beneficiou mais de 3.400 empreendedores
12/10/2022
Pormenor do jogo da final 1
Tenista belga vence segundo Future da 10ª edição do Standard Bank Open
17/10/2022

NO TROÇO MACIA-BILENE: Carlos Mesquita orienta colocação da Portagem depois do Hospital

Colocacao de portagem 3

Colocacao de portagem 3

Numa altura em que decorre, ao longo de vários troços de estradas, a instalação de praças de portagens, consideradas fundamentais para a manutenção e sustentabilidade da rede rodoviária do País, o Ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos exige que estas infraestruturas sejam erguidas “com responsabilidade e profissionalismo”.
No 12 de Outubro corrente, Carlos Mesquita efectuou uma visita de monitoria às obras em curso na Estrada N101: Bilene– Macia e Macia – Chókwè-Macarretane, onde estão sendo instaladas três praças de portagens, uma no primeiro troço e as duas no segundo.
Em Abril último, Mesquita havia visitado estas mesmas obras, tendo deixando, dentre várias outras, orientações para que a REVIMO estudasse, junto das estruturas locais, a possibilidade de se implantar a Praça de Portagem depois do Hospital Distrital, no sentido Macia-Bilene.
Volvidos seia meses, depois da referida visita, Mesquita voltou ao local para monitorar o curso das obras, não só da estrada, como também das praças de portagens, tendo constatado que a orientação deixada não foi cumprida pela Rede Viária de Moçambique – REVIMO, pois a portagem está a ser implantada antes do Hospital, não obstante também, a oposição das estruturas locais.
Mesquita defende que os pacientes, ao serem transportados para o Hospital, não podem ter obstáculos, de acesso aos serviços da Unidade Sanitária, o qual deve ocorrer de forma célere e rápida.
Decorrente desta situação, Mesquita deu à REVIMO um prazo, até ao dia 17 de Outubro corrente, portanto 5 dias, para apresentar uma solução aceitável, pois a colocação da portagem, naquele ponto, é “algo que tem de se analisar com algum cuidado, sob o ponto de vista de funcionalidade e para que não seja visto como um indicador que possa criar distúrbios, naquilo que são as emergências necessárias”.
Quanto às obras da estrada em si, no decurso da visita, Carlos Mesquita mostrou-se satisfeito com o curso das mesmas, por estarem a decorrer dentro da normalidade e a observar-se os padrões de qualidade, assegurados através do trabalho que tem sido realizado pelos laboratórios com destaque para o LEM, mas deixou como recomendações a necessidade de se continuar a cumprir na íntegra os aspectos de qualidade e segurança previstos nos termos contratuais, sendo que todas as infraestruturas a serem implantadas devem ser agradáveis e atractivas aos olhos dos utentes.
De salientar que, ainda na visita, foi explicado ao Ministro que as obras estão acima de 50% da sua execução, o que terá levado Carlos Mesquita a recomendar, mais uma vez, para que estas obras sejam aceleradas, para se evitar que tenham constrangimentos na época chuvosa que se avizinha.
Colocacao de portagem 1

Colocacao de portagem 1

Colocacao de portagem 2

Colocacao de portagem 2

Colocacao de portagem 3

Colocacao de portagem 3