• pt
Vitória Diogo Ministra do Trabalho Emprego e Segurança Social
Reunião Nacional na Matola: INSS analisa desempenho e prepara-se para 2018
03/11/2017
Odebrecht
Construção da Odebrecht permite suprir 50% da energia em Angola
07/11/2017

Nos próximos três anos: FUNDE vai formar mais de 700 técnicos médios em Tete e Nampula

Assinatura do acordo entre a FUNDE e o JOBA

O Programa de Reforma do Ensino Técnico-Profissional no Instituto Médio Politécnico (REPTO-IMEP) da FUNDE-Fundação Universitária para o Desenvolvimento da Educação, vai formar, durante três anos, um total de 744 técnicos médios, distribuídos em seis cursos, nas áreas de manutenção industrial e construção civil, nas províncias de Tete e Nampula.

Para a materialização deste objectivo, a FUNDE celebrou, na sexta-feira, 3 de Novembro, em Maputo, um acordo de parceria com o JOBA, um programa financiado pelo UKaid/DFID (Departamento para o Desenvolvimento Internacional do Reino Unido), numa cerimónia que serviu, igualmente, para o lançamento oficial do projecto.

Com efeito, foram escolhidas as cidades de Tete e Nampula, para a implementação do programa, cuja vocação é formar e graduar técnicos profissionais do nível médio, por nelas existir um número elevado de potenciais beneficiários, constituído por jovens desempregados de ambos os sexos, com idades entre 15 e 35 anos, com condições económicas baixas e níveis de formação entre a 10ª e a 12ª classes.

A expectativa, segundo referiu a directora executiva da FUNDE, Rosânia da Silva, é de que o sucesso, que vai resultar da implementação deste programa de formação, venha a estimular a expansão da reforma nos restantes cursos do IMEP-Instituto Médio Politécnico.

“Para assegurar o alcance deste objectivo, o REPTO-IMEP vai cooperar com outras agências e instituições para oferecer apoio para a empregabilidade e autoemprego dos graduados, através de programas que vão incluir a criação de núcleos de interesse, formação sobre empreendedorismo, inglês técnico e higiene e segurança no trabalho, assim como criar, registar e gerir um negócio, acesso às fontes de financiamento, entre vários outros aspectos”, indicou a directora executiva da FUNDE.

Num outro desenvolvimento, Rosânia da Silva destacou que, por forma a garantir a retenção de jovens de classe média-baixa, o REPTO-IMEP vai estabelecer um sistema de apoio financeiro em alojamento e alimentação, incluindo o apoio psicológico, de saúde preventiva e materno-infantil, para propiciar as mais elevadas condições de aprendizagem.

Por sua vez, Flor E. Healy, “team leader” do JOBA, uma instituição vocacionada para a capacitação de jovens e mulheres para o trabalho, disse que o desafio da formação de jovens em Moçambique não é fácil, sendo a falta de mão-de-obra qualificada uma das principais dificuldades para o desenvolvimento económico do País.

“Enfatizamos o desenvolvimento de competências para o emprego, ajudando a fortalecer a capacidade dos provedores da formação e inserção de graduados no mercado de emprego”, frisou.

Ainda no mesmo dia, a FUNDE assinou um protocolo com a Multicultural Sharing Foundation, visando o reforço da promoção, valorização de projectos e parcerias em várias actividades, nomeadamente nas áreas da educação e investigação, formação pedagógica e de docentes, em conformidade com o sistema multicultural e multilíngue, promovido e gerido pela Sharing Foundation, bem como a possibilidade de desenvolvimento de outras iniciativas comuns.

No prosseguimento das suas acções, a Universidade Politécnica acolheu, igualmente, uma palestra subordinada ao tema “Violência Doméstica na Sociedade Moçambicana”.

Com a chefe da Bancada Parlamentar da Frelimo, Margarida Talapa, como oradora principal, a iniciativa teve por objectivo reflectir sobre a violência doméstica, fenómeno que afecta a sociedade moçambicana e insere-se no ciclo de palestras organizado pela OMM-Organização da Mulher Moçambicana e o partido Frelimo, distrito académico.

 

Assinatura do acordo entre a FUNDE e o JOBA

Assinatura do acordo entre a FUNDE e o JOBA

 

 

 

 

Rosânia da Silva directora executiva da FUNDE

Rosânia da Silva directora executiva da FUNDE

 

Flor E. Healy team leader do JOBA

Flor E. Healy team leader do JOBA

 

Participantes

Participantes

 

Margarida Talapa chefe da Banca Parlamentar da Frelimo 1

Margarida Talapa chefe da Banca Parlamentar da Frelimo

 

Margarida Talapa durante a sua intervenção3

Margarida Talapa durante a sua intervenção

 

 

 

Participantes na palestra sobre violência doméstica

Participantes na palestra sobre violência doméstica