• pt
David Seie Director Executivo do Instituto de Directores de Moçambique
Ausência de valores éticos pode levar à falência das empresas
22/09/2017
Entrega simbólica dos certificados
Trabalho, Emprego e Segurança Social: 29 funcionários aptos a lidar com pessoas surdas
22/09/2017

Os jovens no encalço dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável: Sucesso não depende apenas do Governo

Mesa do Painel

Os jovens devem contribuir com o seu saber, inovação e criatividade para a implementação dos 17 Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), determinados pela Organização das Nações Unidas (ONU) para transformar o mundo até 2030.

Esta foi a principal conclusão saída do Fórum Sustentável de Moçambique, uma iniciativa levada a cabo pela Comunidade Global Shapers de Maputo e que conta com o apoio da ONU (Organização das Nações Unidas).

 

O evento juntou quarta-feira, dia 20, em Maputo, jovens, académicos e representantes da sociedade civil para discutirem à volta da implementação dos ODS no nosso País.

Na hora de fazer o balanço da realização do Fórum, Fei Manheche, representante da Global Shapers de Maputo, referiu que o evento foi bastante positivo, na medida em que os intervenientes discutiram activamente sobre os desafios dos ODS, inseridos na “Agenda 2030”.
“Debatemos sobre os diversos aspectos relacionados com os ODS, essencialmente sobre como é que os jovens e a sociedade civil podem contribuir para o alcance dos mesmos”, explicou Fei Manheche, acrescentando que, ainda no evento, os presentes discutiram sobre os deveres dos cidadãos para o cumprimento da “Agenda 2030”.

Mas a principal mensagem deixada no evento, de acordo com o representante da Comunidade Global Shapers de Maputo, foi a de que os jovens devem ser os principais actores para a implementação dos ODS.

“Os jovens são uma peça fundamental para o cumprimento dos 17 objectivos. Isto porque eles têm a capacidade de inovar e de pensar em aspectos que possam ajudar a sociedade a desenvolver”, vincou Fei Manheche, assegurando que, no Fórum Sustentável de Moçambique, ficou também claro que o sucesso da “Agenda 2030” não depende apenas do governo.

“Os jovens e a sociedade civil têm uma grande responsabilidade para o alcance, em 2030, dos ODS, sobretudo dos três principais que elegemos para o debate, nas áreas de saúde, educação e emprego”, manifestou.

O oficial de mobilização social das Nações Unidas em Moçambique, Ney Cardoso, contextualizou, por sua vez, a adopção dos ODS, a 1 de Janeiro de 2016, referindo que “o processo de criação de um conceito de desenvolvimento sustentável vem acontecendo desde 1983, com a criação da 1ª comissão sobre o meio ambiente e desenvolvimento a nível da Nações Unidas”.

Adiante, Ney Cardoso manifestou que a ONU espera, com estes objectivos, alcançar, até 2030, um mundo melhor para todos. “Desejamos ter as nossas vidas transformadas e que os nossos direitos sejam respeitados”, referiu.

No entanto e em referência ao Fórum Sustentável de Moçambique, o oficial de mobilização social das Nações Unidas no nosso País salientou que o alcance dos ODS passa pelo fortalecimento dos governos nacionais e da sociedade civil.

“A ONU dá suporte técnico para que os ODS sejam realmente implementados. Seja através da capacitação de organizações, da criação de espaços de diálogo e do fortalecimento da sociedade civil, para que estas tenham uma voz mais robusta, bem como o apoio a outros projectos específicos relacionados com estes 17 objectivos”, assegurou.

Por sua vez, Eliana N’Zualo, gestora do evento e membro da Comunidade Global Shapers encerrou, concluindo numa nota optimista. Segundo ela “A ambição é grande, pois temos muitos desafios, mas também temos a vantagem de sermos muitos os jovens em Moçambique. Cabe a cada um dos presentes criar um efeito multiplicador para que todos os jovens se envolvam.”

Importa referir que a Comunidade Global Shapers é uma iniciativa do Fórum Económico Mundial, composta por uma rede internacional de 459 comunidades em várias cidades ao redor do mundo, incluindo em Moçambique. Tem o papel de, ao criar e desenvolver projectos de impacto na sociedade, trabalhar em prol dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável.

 

Mesa do Painel

Mesa do Painel

 

Fei Manhenche representante da Global Shapers de Maputo

Fei Manhenche representante da Global Shapers de Maputo

 

Ney Cardoso oficial de mobilização social das Nações Unidas em Moçambique

Ney Cardoso oficial de mobilização social das Nações Unidas em Moçambique

 

Participantes do evento

Participantes do evento

 

Foto de família dos participantes

Foto de família dos participantes