• pt
tdm
Telecomunicações: Malawi satisfeita com os serviços prestados pela TDM
03/03/2016
Encontro de negócios entre a CTA e a delegação empresarial de Felgueiras
Junto da CTA: Empresários de Felgueiras buscam parcerias moçambicanas
05/03/2016

Politécnica Rádio celebra três anos de existência

Mesa que presidiu o seminário sobre jornalismo universitário Linguagem como factor identitário

A Politécnica Rádio, uma estação radiofónica pertencente à Universidade Politécnica, celebra este ano o seu terceiro aniversário. No contexto desta celebração, esta rádio universitária organizou, esta quinta-feira, 3 de Março, um seminário subordinado ao tema “Jornalismo Universitário – Linguagem como factor identitário”.
O evento decorreu na sede da Universidade Politécnica, na cidade de Maputo, e contou com a participação dos fundadores, gestores e colaboradores da Politécnica Rádio, de jornalistas convidados, dos membros da Sociedade Civil, entre outros convidados.
A contextualização da estação radiofónica esteve a cargo de Rosânia da Silva, directora executiva da Unidade de Extensão Cooperação Universitária – UECU, entidade gestora da rádio, tendo, na ocasião, referido que o sonho de criar a Rádio Politécnica nasceu em 1996, ano em que o então ISPU iniciou com as suas actividades.

“Criar uma rádio era um projecto dispendioso para a nossa realidade naquela altura. Fomos adiando, porque tínhamos outras prioridades financeiras”, explicou Rosânia da Silva, acrescentado que, em 2011, “fomos contactados por uma equipa da Universidade Johns Hopkins, que concorria para o projecto PACTO – Prevenção Activa e Comunicação para Todos – para a criação de um Centro de Excelência em Comunicação para Saúde (CECS) que, por sua vez, previa a existência de uma estação radiofónica”.

Rosânia da Silva referiu que as emissões da Politécnica Rádio arrancaram em Dezembro de 2012, tendo a fase experimental terminado em Fevereiro de 2013, aquando da sua inauguração pelo então Presidente da República, Armando Emílio Guebuza.
Num outro desenvolvimento, a directora da UECU esclareceu que a Politécnica Rádio é um órgão universitário e não comercial, com três grandes desafios, nomeadamente a contínua formação dos recursos humanos e consolidação da actual equipa de trabalho; a garantia do auto-sustento por forma a reduzir a dependência financeira da Universidade Politécnica e a produção de conteúdos de qualidade.
Em representação dos parceiros estratégicos, concretamente da universidade norte-americana Johns Hopkins, Mário Marrengula, revelou que, do levantamento feito para implementar projectos de comunicação de saúde entre 2010 e 2015, “a Universidade Politécnica revelou flexibilidade na materialização da iniciativa do CECS, do qual a Politécnica Rádio faz parte”.
“Esta rádio está também para responder aos desafios na área da comunicação para a saúde”, referiu Mário Marrengula.

 

Mesa que presidiu o seminário sobre jornalismo universitário Linguagem como factor identitário

Mesa que presidiu o seminário sobre jornalismo universitário Linguagem como factor identitário

 

Rosânia da Silva directora executiva da Unidade de Extensão Cooperação Universitária UECU

Rosânia da Silva directora executiva da Unidade de Extensão Cooperação Universitária UECU

 

Mário Marrengula representante dos parceiros da rádio 

Mário Marrengula representante dos parceiros da rádio

poli