• pt
tdm
TDM reajusta tarifário telefónico internacional
29/11/2016
Basquete
Taça dos Clubes Campeões Africanos: Reitoria da Politécnica encoraja jogadoras
30/11/2016

Prémio Literário 10 de Novembro: Nelson Manhisse é o vencedor

Entrega do cheque gigante ao vencedor do prémio literário

O escritor Nelson Fernando Manhisse é o vencedor do Prémio Literário 10 de Novembro 2016, instituído pelo Conselho Municipal da Cidade de Maputo (CMCM) e a Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO), que conta com a parceria da mcel-Moçambique Celular, e tem por objectivo estimular o gosto pela leitura e escrita nos seus citadinos.

Nelson Fernando Manhisse concorreu com a obra intitulada “Húmus”, numa competição para a qual se candidataram 28 trabalhos, dos quais apenas dois não reuniram os requisitos previstos no regulamento.

Igualmente, o júri do Prémio Literário 10 de Novembro, que este ano foi consagrado à Poesia, decidiu atribuir uma Menção Honrosa às obras “A Migração das Árvores”, de Álvaro Fausto Taruma, “Coisas de Mar”, de Zeca Mafambane, “Nódoas de Suspiros”, de Sérgio Simeão Raimundo, e “Estátuas, Eterno Campo da Minha Solidão, a Prova da Rotação dos Ventos”, de Simeão João Cachamba.

No seu discurso de ocasião, o presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, David Simango, afirmou que este concurso tem contribuído, desde a sua instituição, em 2005, para a galvanização de novos escritores.
Para o edil, através deste concurso, “temos assegurado o contínuo desenvolvimento da literatura no nosso município e a projecção da nova geração de escritores moçambicanos, em particular os mais jovens”.

Para além de um cheque no valor de 100 mil Meticais, o prémio inclui a publicação da obra vencedora, ao abrigo de uma parceria com a operadora de telefonia móvel mcel.

Esta parceria insere-se no âmbito das acções de responsabilidade social corporativa da mcel, que têm vindo a ser levadas a cabo em todo o País e em várias vertentes, incluindo a da cultura.

Relativamente ao Concurso Literário 10 de Novembro, o presidente da Comissão Executiva da mcel, António Saíze, referiu esperar que o mesmo “contribua para o crescimento da nossa literatura, e incentive e estimule o gosto pela leitura na nossa sociedade”.
Já o vencedor, convidado a tecer algumas considerações, realçou a importância deste concurso na valorização da arte e da cultura, assim como dos seus fazedores pois, conforme explicou, “o artista sente-se valorizado quando as suas obras são reconhecidas e apreciadas pelo público”.

 

Entrega do cheque gigante ao vencedor do prémio literário

Entrega do cheque gigante ao vencedor do prémio literário

 

Nelson Manhisse vencedor

Nelson Manhisse vencedor

 

David Simango presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo

David Simango presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo

 

António Saize presidente da Comissão Executiva da mcel

António Saize presidente da Comissão Executiva da mcel

 

Foto de família

Foto em família