• pt
1º lugar em femininos
Sul-africano e belga vencem em Maputo Légua mcel
10/11/2015
Entrega de Prémios da Qualidade
Comunicado da CTA sobre Dia Mundial da Qualidade
12/11/2015

Primeira Expo Digital de Moçambique: Standard Bank parceiro financeiro do MozTech

Acto de Assinatura do Memorando de Entendimento entre Standard Bank e S Live

O Standard Bank tornou-se, desde segunda-feira, 9 de Novembro, parceiro financeiro do MozTech, a primeira Expo Digital de Moçambique, ao abrigo de um Memorando de Entendimento celebrado, em Maputo.
Com esta iniciativa, o banco pretende utilizar a MozTech, para envolver a sociedade na criação de produtos e serviços financeiros inovadores, que respondam às necessidades diárias dos seus clientes de forma personalizada e simples, independentemente da sua localização, isto é, estando ou não numa região com banco.
Assinaram o acordo, válido por dois anos, o Administrador Delegado do Standard Bank, Chuma Nwokocha, e o Presidente da Comissão Executiva da MozTech, Daniel David.
Intervindo na ocasião, Chuma Nwokocha referiu que o Standard Bank decidiu tornar-se parceiro financeiro do MozTech para contribuir activamente na digitalização da banca nacional, de forma a acelerar o processo de inclusão financeira e bancarização da sociedade moçambicana.
Na 2ª edição do MozTech, realizada no passado mês de Maio, em Maputo, o Standard Bank apresentou as plataformas USSD-SMS Banking e Snapscan, que se encontravam ainda na fase de teste.
“Nas próximas duas edições da feira, nas quais vamos participar como parceiro financeiro, comprometemo-nos a apresentar soluções novas, alinhadas com a nossa visão da banca do futuro, que passa pelo uso da moeda virtual, integração de canais, entre outras inovações, pois acreditamos que o futuro do País e a sustentabilidade de qualquer empresa passa pela inovação tecnológica”, realçou Chuma Nwokocha.
Por sua vez, Daniel David considerou a parceria com o Standard Bank como estratégica, tendo em conta que num país como Moçambique as tecnologias desempenham um papel fundamental no impulsionamento do desenvolvimento. ”A digitalização é um factor preponderante para o desenvolvimento de qualquer sociedade empresarial pública ou pessoal. Quem não está no digital, está condenado ao insucesso pelo que nós temos que jogar um papel de promoção, dinamização e integração das comunidades, dos empresários e também das instituições públicas, nesta luta pela digitalização dos negócios e dos processos produtivos que a sociedade tem”, frisou Daniel David.
Na sequência da assinatura do Memorando de Entendimento realizou-se, no mesmo dia, a cerimónia de lançamento da terceira edição do MozTech, que foi marcada por uma apresentação, por parte do Administrador Delegado do Standard Bank, sobre a evolução dos serviços bancários em Moçambique, introdução e impacto das tecnologias de informação e comunicação na banca, assim como os desafios que o futuro impõe.
Sobre os desafios, Chuma Nwokocha apontou a digitalização como o principal, na medida em que esta “vai ajudar na inclusão financeira dos cidadãos, que é a aposta do Governo, para além de tornar os bancos mais acessíveis e próximos dos seus clientes”.

 

Acto de Assinatura do Memorando de Entendimento entre Standard Bank e S Live

Acto de Assinatura do Memorando de Entendimento entre Standard Bank e S Live

 

 

Chuma Nwokocha Administrador Delegado do Standard Bank

Chuma Nwokocha Administrador Delegado do Standard Bank

 

Daniel David Presidente do Conselho de Administração da S Live

Daniel David Presidente do Conselho de Administração da S Live

 

Troca de pastas após a assinatura do Memorando de Entedimento entre Standard Bank e S Live

Troca de pastas após a assinatura do Memorando de Entedimento entre Standard Bank e S Live