• pt
mcnet
Aly Malla substitui Guilherme Mambo na Direcção das Alfândegas
16/02/2016
Participantes na Conferência Anual da Rede Africana de Governação Corporativa
Governação corporativa: Há falta de conhecimento público das leis e regulamentos
16/02/2016

Programa de dinamização de carreiras para estudantes finalistas e recém-graduados: Universidade Politécnica acolhe Pitch Bootcamp

Carlos Sotomane director para Assuntos Científicos e Pedagógicos da Vice Reitoria da Universidade Politécnica

A Universidade Politécnica acolhe, nos dias 25 e 26 do mês em curso, a primeira edição do Pitch Bootcamp, um programa de dinamização de carreiras para estudantes finalistas e recém-graduados.
Esta iniciativa, que contará com a participação de 100 graduados ou finalistas e 60 gestores de topo de grandes empresas, é desenvolvida pela FlowMoçambique e tem como objectivo criar uma interacção entre o mercado de trabalho e as universidades e jovens estudantes com vista a encontrar os grandes talentos do futuro.
O Pitch Bootcamp consiste em dois dias de trabalho, sendo que no primeiro os participantes irão desenvolver e/ou adquirir novas ferramentas de procura de trabalho, perceber como devem abordar o mercado e descobrir o seu potencial e competências.
Já no segundo dia, os participantes terão a oportunidade de conversar com gestores de topo de grandes empresas e, por via disso, criar oportunidades de mentoria, agendar reuniões e visitas ou aceder a estágios e ficar a par dos processos de recrutamento.
Para Carlos Sotomane, Director para os Assuntos Científicos e Pedagógicos da Vice-Reitoria da Universidade Politécnica, com esta iniciativa pretende-se criar uma interacção entre o mercado de trabalho e os estudantes finalistas ou graduados do ensino superior.
“O lema da Universidade Politécnica é Humanismo, Rigor e Profissionalismo e, através do Pitch Bootcamp, vamos poder incorporar o elemento profissionalismo no seio dos nossos estudantes, pois só assim é que poderão saber o que o mercado de emprego espera deles”, disse Carlos Sotomane.
Por seu turno, Carlos Santos, representante da FlowMoçambique, disse esperar que, no fim, “os participantes tenham ferramentas que os ajudem a afirmar-se no mercado e estejam capazes de identificar que tipo de competências as empresas procuram deles (graduados)”.
O mesmo representante da FlowMoçambique explicou que o Pitch Bootcamp é uma iniciativa de sucesso, sendo que em Portugal, onde o programa existe desde 2013, já foram realizadas 40 edições que contaram com a participação de 4.290 jovens e 2.750 profissionais de 700 empresas.
Em todas as edições, mais de mil jovens finalistas e graduados que passaram por esta formação conseguiram inserir-se no mercado de trabalho.

 

Carlos Sotomane director para Assuntos Científicos e Pedagógicos da Vice Reitoria da Universidade Politécnica

Carlos Sotomane director para Assuntos Científicos e Pedagógicos da Vice Reitoria da Universidade Politécnica

 

Pedro Santos representante da FlowMoçambique

Pedro Santos representante da FlowMoçambique

 

Fachada frontal da Reitoria da Politécnica

Fachada frontal da Reitoria da Politécnica