• pt
Cerimónia de abertura da VIIº Feira da CADE
Standard Bank relança programa de estágios profissionais e de desenvolvimento de graduados
25/05/2015
Mesa que presidiu ao Fórum de Negócios Moçambique República Checa
Moçambique e República Checa procuram revitalizar os negócios
28/05/2015

Quénia interessado no investimento em Moçambique

Participantes no encontro com a delegação empresarial do Quénia

Uma missão empresarial do Quénia encontra-se no País desde a última segunda-feira, 25 de Maio, com o objectivo de identificar as oportunidades de negócio que Moçambique oferece, com particular enfoque para as áreas de turismo e agroindústria.
Nesse âmbito, os membros da delegação mantiveram esta terça-feira, dia 26, um encontro com a Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA)¸ representantes do Governo e de empresas de diversas áreas durante o qual se inteiraram das oportunidades de negócio e das facilidades concedidas a quem pretende investir no País.
De acordo com Eduardo Macuácua, Director Executivo Adjunto da Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), a presença desta delegação em Moçambique “abre boas perspectivas para que se estabeleçam contactos e parcerias entre empresários dos dois Países”.
“A vinda desta delegação é uma mais-valia para Moçambique. É uma oportunidade para os nossos empresários apresentarem projectos e as áreas de interesse nas quais se possa investir e que possam beneficiar ambos os países em termos de emprego, desenvolvimento, entre outros”, disse Eduardo Macuácua.
Ainda de acordo com o Director Executivo Adunto da CTA, Moçambique possui várias oportunidades de negócio, não apenas nas áreas ligadas aos recursos naturais (carvão) e hidrocarbonetos (gás natural), mas também nos sectores tradicionais, como o turismo e agro-negócio.
“Neste momento, o Quénia é o nono (9º) maior investidor estrangeiro e tem uma economia robusta e com larga experiência no turismo e no processamento agroindustrial e Moçambique pode tirar maior proveito disso, explicou.
Por seu turno, Phyllis Wakiaga, Directora Executiva da Kenya Association of Manufacturers (KAM), a congénere queniana da CTA, indicou que a missão é composta por 15 representantes de empresas de diversos sectores e está em Moçambique não só para explorar as oportunidades de negócio, mas também para discutir e encontrar formas de melhorar as relações comerciais entre os dois Países.
“As trocas comerciais entre os países africanos estão aquém do desejável, e Moçambique e Quénia não são uma excepção. O que pretendemos é alterar este quadro em prol da região e do continente. Foram-nos apresentadas as oportunidades de investimento e as facilidades que o Governo concede aos investidores, por isso consideramos que existem condições para melhorarmos as nossas trocas comerciais, afirmou Phyllis Wakiaga.

 

Participantes no encontro com a delegação empresarial do Quénia

Participantes no encontro com a delegação empresarial do Quénia

 

Eduardo Macuácua - Director Executivo Adjunto da CTA

Eduardo Macuácua – Director Executivo Adjunto da CTA

 

Phyllis Wakiaga -  Directora Executiva da Kenya Association of Manufacturers

Phyllis Wakiaga –  Directora Executiva da Kenya Association of Manufacturers