• pt
Jogos de qualificação para categoria Futures
Standard Bank Open: Alberto Nkutumula procede à abertura dos jogos da 1ª fase dos Futures
01/06/2015
Participantes no Fórum Youth to Business
Alberto Nkutumula: “Jovens estudantes devem estar em permanente contacto e interacção com as empresas”
05/06/2015

Singapura e Moçambique estreitam laços de negócio

Participantes no Fórum de Negócios Moçambique-Singapura 1

Moçambique pretende aprofundar as relações comerciais e tornar-se uma base de produção e de exportação de produtos para a Singapura, uma das maiores economias do continente asiático no domínio da facilitação do ambiente de negócios e do clima de investimentos.
Esta pretensão foi revelada esta quinta-feira, 4 de Junho, pelo Ministro da Indústria e Comércio, Ernesto Max Tonela, durante o Fórum de Negócios Moçambique-Singapura, organizado no âmbito da visita do Vice-Ministro da Administração Interna e dos Negócios Estrangeiros daquele País, Masagos Zulkifli.
De acordo com Ernesto Max Tonela, a “nossa perspectiva é discutir aspectos que levem ao aprofundamento das relações no domínio empresarial, através da atracção de mais investimentos de Singapura para Moçambique. Para tal, é essencial que o sector privado dos dois Países trabalhe na identificação de projectos de investimento”.
Por seu turno, o Vice-Presidente da Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), Rogério Samo Gudo, considerou que o País, tendo em conta o seu potencial agrícola e as recentes descobertas de hidrocarbonetos, “pode tirar inúmeras vantagens da relação com a Singapura por se tratar de uma economia dependente da importação de alimentos, recursos energéticos e matéria-prima”.
Porém, para que tal se efective, segundo o Vice-Presidente da CTA, “é necessário que as parcerias entre os empresários dos dois países sejam efectivas e que haja transferência de conhecimento e maior incorporação de insumos agrícolas”.
Por outro lado, Rogério Samo Gudo disse que Moçambique pode servir de elo entre a Singapura e a zona austral de África, “uma vez que existe um Plano Director de Investimento Regional que prevê a construção de infraestruturas diversas a nível da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC)”.
Entretanto, a Presidente da Singapore Business Federation, Christina Ong, referiu-se à necessidade de os empresários moçambicanos e singapurenses trabalharem e colaborarem “no sentido de melhorar as trocas comerciais entre os dois países, que tiveram um decréscimo de 125 milhões de dólares norte-americanos entre 2013 e 2014, devido, essencialmente, à queda nas exportações de recursos minerais para Singapura”.
“Esta é a terceira vez que visitamos Moçambique e temos testemunhado grandes avanços nas nossas trocas comerciais, apesar da queda de 60% registada entre 2013 e 2014. Por isso, comprometemo-nos a inverter esse quadro e as áreas de agricultura, petróleo e gás, engenharia e infraestruturas podem desempenhar um papel determinante”, referiu Christina Ong.

 

Participantes no Fórum de Negócios Moçambique-Singapura 1

Participantes no Fórum de Negócios Moçambique-Singapura

 

Mesa que presidiu o Fórum de Negócios Moçambique-Singapura

Mesa que presidiu o Fórum de Negócios Moçambique-Singapura

 

Ernesto Tonela - Ministro da Indústria e Comércio

Ernesto Tonela – Ministro da Indústria e Comércio

 

Rogério Samo Gudo Vice-presidente da CTA

Rogério Samo Gudo Vice-presidente da CTA

 

Christina Ong - Presidente da Singapore Business Federation

Christina Ong – Presidente da Singapore Business Federation