GAPI
AMOMIF e FIDA relançam indústria microfinanceira
24/04/2023
Sessao de ginastica
Feira de saúde e bem-estar faz culminar mês da mulher moçambicana
24/04/2023
GAPI
AMOMIF e FIDA relançam indústria microfinanceira
24/04/2023
Sessao de ginastica
Feira de saúde e bem-estar faz culminar mês da mulher moçambicana
24/04/2023

Sobretudo em áreas de conservação: FUNDE olha à lupa para a questão dos rios

Funde 2

Funde 2

Terá lugar, quinta-feira, 27 de Abril, em Maputo, um debate público sobre as “Mudanças Climáticas e o Ciclo da Água: Rios que Fluem – Espinha Dorsal das Áreas de Conservação”, promovido pela FUNDE – Fundação Universitária para o Desenvolvimento da Educação, em parceria com a Universidade Politécnica, a BIOFUND, o Fundo Mundial da Natureza (WWF) e a Wildlife Conservation Society (WCS).

Trata-se de um evento que visa contribuir para elevar a sensibilidade de docentes e estudantes para a relevância e imprescindibilidade de conhecimento sobre as matérias relacionadas com as mudanças climáticas e a gestão e uso de recursos naturais, sobretudo para o confronto com as realidades locais e os desafios que se impõem a todos os envolvidos no processo de desenvolvimento.

Na senda do Ciclo da Água, os promotores da iniciativa decidiram agora olhar sob a lupa para a questão dos rios em áreas de conservação, particularmente em Moçambique.

O debate procurará aprofundar sobre a sensibilidade das entidades de gestão em áreas de conservação e a sociedade no geral, sobre a importância dos rios e se estes foram tomados em consideração no desenho e declaração das áreas de conservação, sobre o papel que desempenham na prestação de serviços ecossistémicos essenciais para a manutenção da biodiversidade e a promoção do desenvolvimento, sobre a relevância de mapeamento actualizado dos ecossistemas de rios, como instrumento de gestão das áreas de conservação e sobre a necessidade de harmonização de interesses entre as várias partes interessadas, bem como a necessidade da participação de todos na co-gestão das bacias hidrográficas.

Duas apresentações, uma sobre a Reserva do Niassa e outra sobre o Parque de Chimanimani, irão motivar a discussão sobre como está reflectida, no Plano de Maneio, a componente dos rios, se há uma caracterização das bacias hidrográficas e como terá a mesma influenciado as estratégias de gestão e de zoneamento e o Plano de Acção da conservação dentro da área de conservação, entre outros aspectos.

Importa referir que a implementação deste projecto, promovido pela FUNDE e a Universidade Politécnica, teve início em Dezembro de 2022, com a realização do primeiro debate.