logo FIPAG
AdRMM desmente rumores sobre “água envenenada”
17/04/2023
Uranio Mahanjane academico3
Oração de Sapiência na Universidade Politécnica: Recomendada cooperação inter-universitária nos domínios do ensino e extensão
20/04/2023
logo FIPAG
AdRMM desmente rumores sobre “água envenenada”
17/04/2023
Uranio Mahanjane academico3
Oração de Sapiência na Universidade Politécnica: Recomendada cooperação inter-universitária nos domínios do ensino e extensão
20/04/2023

Universidade Politécnica debate sobre estado da violência em Moçambique

Narcico Matos reitor da Universidade Politecnica 3

Narcico Matos reitor da Universidade Politecnica 3

A Universidade Politécnica, em parceria com a Fundação Harry Frank Guggenheim, realizou, recentemente, em Maputo, uma mesa redonda subordinada ao tema “Explorando a pesquisa sobre o estado da violência em Moçambique”.

O evento tinha por objectivo auscultar propostas de pesquisa dos académicos nacionais e de pesquisadores estrangeiros do Quénia, Etiópia, Uganda, Zimbabwe entre outros, que estudam a gestão de conflitos e violência no continente africano, no geral, e em particular na província de Cabo Delgado, em Moçambique.

Na ocasião, o académico Narciso Matos, reitor da Universidade Politécnica, referiu que a parceria com a Fundação Harry Frank Guggenheim, que apoia jovens pesquisadores, é do interesse da sua instituição porque ajudará a desenvolver as capacidades de investigação.

“Para nós é uma oportunidade de parceria em que beneficiamos da experiência e da formação de jovens, que estudam problemas de várias partes do continente, mas que têm como denominador comum, a violência no sentido mais lato, como a que ocorre em Cabo Delgado”, apontou Narciso Matos.

Por sua vez, Loide Macaringue, pesquisadora do Centro de Estudos Estratégicos Nacionais da Universidade Joaquim Chissano, disse que o Governo e as forças vivas da sociedade devem estar envolvidos na pesquisa, como parte interessada em ver a situação de Cabo Delgado resolvida.

“O importante é estarmos preparados para ouvir ideias, que não sejam necessariamente as que nos confortam, e pensarmos numa solução em conjunto. Entretanto, o evento foi importante porque tivemos contacto com outros académicos e aprendemos como se pode fazer pesquisa”, concluiu a investigadora.

Importa referir que a Fundação Harry Frank Guggenheim é uma organização que apoia jovens pesquisadores de todo o mundo, na fase inicial dos seus projectos de investigação. No âmbito das suas  atribuições esta instituição promove o African Fellow Awards, programa que reconhece académicos africanos emergentes que estudam aspectos da violência e conflitos no continente africano e/ou directamente relacionados a eles.

Narcico Matos reitor da Universidade Politecnica

Narcico Matos, reitor da Universidade Politécnica

Loide Macaringue pesquisadora do Centro de Estudos Estrategicos Nacionais da Universidade Joaquim Chissano

Loide Macaringue, pesquisadora do Centro de Estudos Estratégicos Nacionais da Universidade Joaquim Chissano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Participantes 1 1

Participantes

Participantes 2 1

Participantes 2