• pt
IMG 6902
Ao nível dos distritos: Formação profissional vai estimular segurança alimentar
12/09/2017
Jeremias Langa autor da obra
Lançado livro sobre “Tendências da Crítica Literária em Moçambique”
14/09/2017

Universidade Politécnica: Narciso Matos empossado como novo Reitor

Narciso Matos Reitor da Universidade Politécnica

Tomou posse na quarta-feira, 13 de Setembro, o novo Reitor da Universidade Politécnica, Narciso Matos, que substitui no cargo Lourenço do Rosário, que dirigiu a instituição desde a sua criação, em 1995.

Narciso Matos, Doutorado em Química pela Universidade de Humbolt, Alemanha, desempenhava, até à data do seu empossamento, a função de Pró-Reitor para o Desenvolvimento Institucional da Universidade Politécnica.

Com esta passagem de testemunho, Lourenço do Rosário, fundador do então Instituto Superior Politécnico e Universitário (ISPU), actual Universidade Politécnica, deixa, 22 anos depois, a Reitoria da instituição, continuando, no entanto, a assumir funções de Presidente do Conselho de Administração do Grupo IPS, proprietário da Universidade, para além de passar a exercer a função de Chanceler, órgão que tutela o relacionamento inter-institucional do Grupo.

No seu discurso, o novo Reitor comprometeu-se a consolidar e valorizar o legado deixado pelo seu antecessor, e a dar primazia à qualidade de ensino, uma das marcas da Universidade Politécnica.

“Vamos pugnar sempre por continuar a ser uma excelente universidade, que dá ao País quadros preparados para contribuírem para o bem-estar social, que participa e intervém na reflexão e no debate das questões nacionais candentes e que está enraizada em Moçambique pela pesquisa com rigor científico e pelo serviço comunitário”, asseverou Narciso Matos.

Por seu turno, Lourenço do Rosário fez revisitou o passado da instituição, para falar do contexto em que foi criada a Universidade Politécnica, em 1995, um ano após a realização das primeiras eleições multipartidárias do País.

“Criar uma universidade privada naquele contexto foi um acto de coragem e ousadia, dado que no País ainda dominava a ideia de que o Estado é provedor de tudo. Para além de que acabávamos de sair de uma guerra que durou 16 anos”, lembrou Lourenço do Rosário, cujo esforço e dedicação foram reconhecidos pelo Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, que testemunhou o acto.

“Manifestamos o nosso reconhecimento pela sua valiosa e inestimável contribuição na formação do capital humano em prol do desenvolvimento de Moçambique. Os seus feitos são notáveis e foram determinantes para o crescimento e consolidação da Universidade Politécnica”, considerou o Primeiro-Ministro, que participou, igualmente, na XIX cerimónia de graduação da Universidade Politécnica, na qual foram colocados no mercado 272 quadros superiores, sendo 253 licenciados e 19 mestres.

Aos graduados, dos quais 62% são do sexo feminino, Carlos Agostinho do Rosário instou a aplicarem os conhecimentos adquiridos ao serviço do País “com vista a elevarmos continuamente os níveis de produção e produtividade e, desse modo, contribuir para a melhoria das condições de vida da população”.

Com esta cerimónia, cresce para 8439 o número de graduados pela Universidade Politécnica. São especialistas e investigadores que, em várias frentes, têm contribuído com o seu talento para o desenvolvimento do País.

 

Narciso Matos Reitor da Universidade Politécnica

Narciso Matos Reitor da Universidade Politécnica

 

Assinatura do auto de posse pelo Reitor Narciso Matos

Assinatura do auto de posse pelo Reitor Narciso Matos

 

Tomada de posse do Reitor Narciso Matos

Tomada de posse do Reitor Narciso Matos

 

Carlos Agostinho do Rosário Primeiro Ministro

Carlos Agostinho do Rosário Primeiro Ministro

 

Intervenção do Magno Chanceler do Grupo IPS Lourenço do Rosário

Intervenção do Magno Chanceler do Grupo IPS Lourenço do Rosário

 

Entrega do diploma aos graduados

Entrega do diploma aos graduados

 

Participantes

Participantes