• pt
Ministro dos Transportes e Comunicacoes Janfar Abdulai visitando a exposicao
Tmcel apoia artistas plásticos
30/11/2020
Acto de assinatura do memorando 1
Tmcel e ONU Mulheres estreitam parceria para eliminar violência contra as mulheres e raparigas
01/12/2020

Memorando assinado entre a BVM e a BMM – Propicia mecanismo de financiamento directo para o sector agrícola

Troca de pastas

Troca de pastas

A Bolsa de Valores de Moçambique (BVM) passa a fazer o registo, a liquidação financeira e a compensação do Certificado de Depósito emitido pela Bolsa de Mercadorias de Moçambique (BMM), mercê da assinatura, segunda-feira, 30 de Novembro, de um memorando de entendimento entre as duas instituições, propiciando, assim, um mecanismo de financiamento directo para o sector agrícola nacional.

Trata-se de uma parceria que vai permitir uma melhor colaboração, cooperação e articulação entre a BMM e a BVM, bem como maior apoio aos produtores e aos comerciantes, no que diz respeito ao seu financiamento.  

Com a assinatura deste memorando, conforme explicou o secretário permanente do Ministério da Indústria e Comércio, Jorge Jairoce, estão criadas as condições de partilha do mecanismo de operações da Central de Valores Mobiliários na execução dos Certificados de Depósitos, que serão emitidos pela BMM e outras entidades públicas e privadas ligadas ao sistema de armazenamento de mercadorias.

Assim, “a Central de Valores Mobiliários efectuará o registo e procederá à liquidação e compensação financeira deste instrumento de crédito bancário, tornando-se um mecanismo de financiamento directo para os produtores e comerciantes”, frisou Jorge Jairoce, que apelou a uma maior organização, por parte dos beneficiários, de modo a tirarem maior proveito desta oportunidade que se abre com a assinatura deste memorando.

Num outro desenvolvimento, o secretário permanente do Ministério da Indústria e Comércio apelou à materialização deste acordo, pois “o Governo está a fazer grandes investimentos no sector agrícola, que devem ser consubstanciados com iniciativas do género”.

Por seu turno, o presidente do Conselho de Administração da Bolsa de Valores de Moçambique, Salim Valá, realçou a importância desta parceria, na medida em que a instituição que dirige possui, na sua estrutura, um mecanismo especializado para este tipo de operações, neste caso a Central de Valores Mobiliários, na qual todas as empresas em regime de sociedades anónimas devem registar-se, incluindo os seus accionistas, de acordo com a regulamentação vigente no País.

“É importante partilhar este serviço especializado, também para podermos incorporar, futuramente, o Certificado de Posse, que é um instrumento importante para o financiamento, apoio e facilitação do desenvolvimento rural, agrário e da economia rural”, sublinhou Salim Valá.

Na ocasião, a presidente do Conselho de Administração da Bolsa de Mercadorias de Moçambique, Victória Paulo, afirmou que, com a assinatura deste memorando, os pequenos produtores e todos os intervenientes na cadeia de produção, armazenamento e comercialização de mercadorias vão poder usar a Central de Valores Mobiliários para aceder ao crédito bancário.

“Este é um acto muito relevante porque estamos no processo de completar o ecossistema de funcionamento da Bolsa de Mercadorias de Moçambique. Estamos de braços dados para fazer crescer a economia moçambicana”, disse Victória Paulo.

Assinatura do memorando de entendimento

Assinatura do memorando de entendimento

Jorge Jairoce secretario permanente do Ministerio da Industria e Comercio

Jorge Jairoce secretario permanente do Ministerio da Industria e Comercio

Salim Vala presidente do Conselho de Administracao da Bolsa de Valores de Mocambique

Salim Vala presidente do Conselho de Administracao da Bolsa de Valores de Mocambique

Troca de pastas

Troca de pastas

Victoria Paulo presidente do Conselho de Administracao da Bolsa de Mercadorias de Mocambique

Victoria Paulo presidente do Conselho de Administracao da Bolsa de Mercadorias de Mocambique