• pt
Mesa que presidiu a reunião do Conselho Directivo da CTA com os presidentes dos CEPs
Conselhos Empresariais Provinciais da CTA: Presidentes vão ser eleitos
05/02/2016
Entrega de certificado pelo Reitor da Universidade Politécnica a uma das melhores alunas da Escola Secundária das Acácias
Ano 2015 na Escola Secundária das Acácias: Aprovações entre a 8ª e a 12ª classe superaram 86%
08/02/2016

Burlão tenta enganar entidades governamentais

Odebrecht

Um indivíduo, que se tem identificado como João Carlos Moreira ou Rui Martins Fonseca, tem vindo a empreender várias tentativas de burla, junto de algumas entidades governamentais, com o intuito de se apropriar, indevidamente, de avultadas quantias monetárias.
Para gozar de credibilidade junto de tais entidades, tem usado o nome de duas construtoras internacionais, sediadas em Maputo, a Mota-Engil e a Odebrecht Moçambique.
Ao que se sabe, o referido burlão escreve a partir de endereços electrónicos falsos, prometendo fazer doações de material escolar, desportivo e hospitalar.
Em troca, solicita àquelas entidades que sejam depositadas determinadas quantias em dinheiro, alegando custos de transporte e outras despesas administrativas necessárias para viabilizar as doações que promete, apropriando-se destas quantias uma vez depositadas.
Quer a Mota-Engil quer a Odebrecht Moçambique distanciam-se destes actos desonestos e informam que, sempre que realizam doações, as mesmas são efectuadas em colaboração directa com as entidades beneficiárias e que em nenhum momento as mesmas implicam cobranças monetárias.
Entretanto, foram já accionados mecanismos policiais e de outra natureza, para localizar o criminoso e eventuais cúmplices, a fim de pôr termo às referidas burlas.

 

Odebrecht