• pt
Equipa da União Desportiva de Songo vencedora da Taça Moçambique mcel 2016
União Desportiva do Songo conquista taça Moçambique mcel
06/11/2016
Assinatura de memorando entre operadoras CMM e UX
Irregularidades na cidade de Maputo: Munícipes já têm como reclamar
10/11/2016

Campanha de cidadania Maputo assinala os 129 anos da cidade de Maputo

Aquisição de BIs 1

No âmbito das celebrações dos 129 anos da cidade de Maputo, efeméride que se assinala nesta quinta-feira, 10 de Novembro, o Standard Bank promoveu, entre 8 e 9 de Novembro, no distrito municipal KaMubukwana, uma campanha de emissão gratuita de documentos de identificação, nomeadamente Bilhete de Identidade (BI) biométrico, Cédula Pessoal, Certidão Pessoal e NUIT – Número Único de Identificação Tributária.

A iniciativa, que faz parte das acções de responsabilidade social corporativa do Standard Bank, foi levada a cabo por brigadas móveis da Direcção Nacional de Identificação Civil (DNIC), do Registo e Notariado, bem como da Autoridade Tributária (AT) na Escola Secundária Quisse Mavota.

Conforme referiu o administrador delegado do Standard Bank, Chuma Nwokocha, “o banco decidiu ajudar os cidadãos a terem acesso ao sector formal, através da emissão de Bilhetes de Identidade e Cédulas Pessoais, facilitando, por exemplo, inscrição das crianças na escola e o acesso ao mercado do emprego formal por parte dos adultos”.

Segundo Chuma Nwokocha, para além de estar enquadrada nas celebrações dos 129 anos da cidade de Maputo, “a campanha de cidadania ajusta-se na materialização dos objectivos do Governo na componente da inclusão financeira, visando facilitar a abertura de contas bancárias a muitos cidadãos que já não serão excluídos da actividade económica formal”.

Em representação do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, Suzana Laíce contextualizou o evento, avançando que o Conselho Municipal da Cidade de Maputo, o Standard Bank e a DNIC decidiram presentear os munícipes desta urbe com esta campanha de emissão gratuita de documentos de identificação”.

“Esta é uma das formas encontradas para apoiar os nossos munícipes na obtenção de documentos importantes e valiosos para o reforço da identidade dos cidadãos”, garantiu a representante da edilidade.

Por sua vez, o porta-voz da DNIC, Alberto Sumbana, assegurou que a campanha promovida entre terça e quarta-feira, no distrito Municipal de KaMubukwana, enquadra-se no seguimento das acções que temos vindo levar a cabo, a nível nacional, da atribuição universal do BI a pessoas desfavorecidas.

“Temos contado, para esta actividade, com um parceiro que está connosco há sensivelmente cinco anos, que é o Standard Bank”, sublinhou, acrescentando que “este projecto tem ajudado vários cidadãos com dificuldades de se deslocarem aos serviços de identificação civil espalhados pelo País, levando esses mesmos serviços ao encontro das comunidades”.

Um dos beneficiários da campanha, Bongane Pandza, manifestou a sua felicidade por ter tratado gratuitamente a emissão do BI e do NUIT, dois documentos que, conforme referiu, “facilitam a minha identificação como um moçambicano contribuinte”.

“Há também instituições que exigem estes documentos de identificação, facto que me motivou a vir até aqui. Fiquei bastante impressionado com a rapidez dos técnicos das duas brigadas para as quais me dirigi”, concluiu.

Aquisição de BIs 1

Aquisição de BIs

 

 

Aquisição de BIs

Aquisição de BIs

 

Suzana Laíce Representante do Conselho Municipal da Cidade de Maputo

Suzana Laíce Representante do Conselho Municipal da Cidade de Maputo

 

Alberto Sumbana Porta voz da DNIC

Alberto Sumbana Porta voz da DNIC

 

Chuma Nwokocha Administrador Delegado do Standard Bank

Chuma Nwokocha Administrador Delegado do Standard Bank

 

Bongane Pandza Beneficiário

Bongane Pandza Beneficiário