• pt
apolitecnica
Neste sábado: Universidade Politécnica gradua 231 novos quadros superiores
15/09/2016
Tribuna que presidiu a XVIII cerimónia de graduaçao da Universidade Politécnica
Universidade Politécnica: Iolanda Cintura insta novos graduados a serem impulsionadores de mudanças no País
18/09/2016

Salomão Manhiça: INCM homenageia primeiro presidente

Descerramento oficial da lápide pelo Ministro dos Transportes e Comunicaçoes Carlos Mesquita

Inserido nas celebrações dos 24 anos de existência, o Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique – INCM homenageou na última quarta-feira, 14 de Setembro, Salomão Manhiça, o primeiro presidente do Conselho de Administração (PCA) desta entidade reguladora nacional das comunicações.

A homenagem, dirigida pelo ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, ficou marcada pela atribuição do nome do primeiro PCA da autoridade reguladora das comunicações ao auditório desta instituição, que passa a se chamar Auditório Salomão Manhiça.

Intervindo na cerimónia, Carlos Mesquita definiu Salomão Manhiça como uma figura incomensurável e de reconhecido mérito no ramo das comunicações, na área cultural, política, entre outras vertentes da sociedade moçambicana.

“Foi um dos grandes contribuintes para o lançamento dos primeiros alicerces do que é hoje conhecido como autoridade reguladora das comunicações”, referiu, acrescentando que foi sob a orientação do antigo PCA do INCM que foram tomadas, no passado, importantes decisões, deliberações e avançadas propostas de legislação do sector das comunicações no País.

A atribuição do nome de Salomão Manhiça ao auditório do INCM é vista pelo ministro como o reconhecimento do seu contributo na concepção, criação e consolidação desta instituição.

Por fim, Carlos Mesquita descreveu que a melhor forma de imortalizar a figura de Salomão Manhiça é tê-lo como uma fonte de inspiração.
“As gerações vindouras, colegas e discípulos de Salomão Manhiça têm aqui uma inequívoca inspiração para encarar o futuro com segurança e optimismo, tal como nos testemunha o legado por ele deixado. A forma nobre de imortalizar a sua obra é seguir o exemplo de vida e os ensinamentos de cultura de trabalho que sempre nos transmitiu”, concluiu.
Em representação da família, Tânia Manhiça, a filha do homenageado, assegurou que “é com elevada honra que presenciamos esta cerimónia de atribuição do nome de Salomão Manhiça ao auditório do INCM”.

“Este reconhecimento simboliza a grande consideração que o País tem sobre a contribuição do nosso querido Salomão Manhiça nesta instituição e outras por onde ele trabalhou”, disse Tânia Manhiça, que considerou o evento como sendo “um momento marcante para as nossas vidas e que nos impele a seguir o seu exemplo de amor à pátria, paz e desenvolvimento nacional”.

De referir que Salomão Manhiça, na qualidade de PCA do INCM, desempenhou um papel fundamental na liberalização do sector das telecomunicações, o que culminou com a entrada, no mercado nacional, das primeiras duas operadoras de telefonia móvel. Formado em etnomusicologia pela Universidade de Washington, nos Estados Unidos, foi também autor do hino nacional, “Pátria Amada”.

O evento foi presenciado por cerca de uma centena e meia de convidados, entre os quais familiares e amigos do homenageado, actuais e antigos membros do Governo, representantes do sector das comunicações, bem como por individualidades da esfera política e cultural nacional.

 

Descerramento oficial da lápide pelo Ministro dos Transportes e Comunicaçoes Carlos Mesquita

Descerramento oficial da lápide pelo Ministro dos Transportes e Comunicações Carlos Mesquita

 

Plantio de árvore

Plantio de árvore

 

Carlos Mesquita Ministro dos Transportes e Comunicaçoes

Carlos Mesquita Ministro dos Transportes e Comunicações

 

Tânia Manhiça em representaçao da família

Tânia Manhiça em representação da família

 

Participantes na Homenagem 1

Participantes na Homenagem

 

Foto em família

Foto em família